3

Acontece em Resende Costa a tão sonhada Mostra de Artesanato

 

Mostra valorizou atividades voltadas para o artesão e empreendedor

Resende Costa recebe, de 29 de maio a 2 de junho, a primeira Mostra de Artesanato e Cultura, visando valorizar a principal atividade econômica do município. Shows, oficinas, palestras, atividades culturais e intelectuais fazem parte do evento. Confira a entrevista com o responsável pelo Setor de Artesanato, Turismo e Cultura da Prefeitura Municipal de Resende Costa, Luís Cláudio dos Reis:

VAN: A Mostra de Artesanato é um evento sonhado há muitos anos em Resende Costa. Qual o objetivo desse primeiro evento?
Luís Cláudio dos Reis: Tivemos uma particularidade esse ano, que é o aniversário da cidade, no dia 2 de junho, fechando o feriado de Corpus Christi. A intenção foi aproveitar o movimento natural da cidade e região. Como tínhamos a previsão das comemorações dos 101 anos de Resende Costa, reunimos as duas ideias. Pretendemos aproveitar essa data nos próximos anos e fazer com que a Mostra integre a agenda de eventos do município. Contratamos alguns shows interessantes, atraentes, mas o foco principal da Mostra não é esse. Queremos apresentar nossos movimentos culturais e técnicas de artesanato. Resende Costa é, hoje, além de produtora, fornecedora de artesanato a nível nacional e até internacional. Tivemos a preocupação de antecipar a programação de palestras e oficinas para dois dias antes da abertura oficial, para valorizar o resende-costense, nosso artesão, empresário. É um grande presente de aniversário a realização da primeira Mostra de Artesanato e Cultura de Resende Costa.

VAN: A Mostra é uma promessa de campanha do prefeito Aurélio. A intenção era mesmo promover o evento nesse primeiro ano de governo?
Luís Cláudio dos Reis: No primeiro ano de uma administração se trabalha com o orçamento da administração anterior. O que havia previsto eram os recursos para o aniversário da cidade. Um fator que contribuiu é que esse ano estamos recebendo o ICMS Turístico, o que ajudou a complementar. Além disso, nossos parceiros, como Sebrae, Estrada Real, Sicoob Brasel,  ACI del-Rei, foram fundamentais na realização da Mostra. Nosso recurso é restrito e não haveria tempo de realizar todo o processo. A questão do tempo também nos impediu de trabalhar com patrocínios. Mas, no fim, conseguimos usar o recurso à disposição e fazer esse evento tão esperado.

VAN: Como aproximar o turista da técnica de produção?
Luís Cláudio dos Reis: Montamos um tear na Tenda Show, na Avenida Alfredo Penido, onde foi realizado o evento, para que as pessoas que não conheciam pudessem ter esse contato. Colocamos uma roca também como ilustração, decoração do espaço produtivo. Além disso, escolhemos a rua principal do artesanato como palco do evento. É uma feira permanente de artesanato.

VAN/ Emanuelle Ribeiro
Foto: Fernando Chaves

Deixe uma resposta