Alvinegro traz Arantes para disputar Campeonato Mineiro

A cidade histórica de São
João del-Rei dará um grande salto no meio esportivo. Com um projeto ousado, o
Figueirense do Bom Pastor disputará a segundona do Campeonato Mineiro de
Futebol 2015. O primeiro passo foi trazer o gestor de futebol, Luís Henrique Arantes,
profissional que conta com vasta experiência no mundo da bola. Outro reforço
fora das quatro linhas, foi o do Nem da Colônia, ex-jogador que será o homem
forte do Alvinegro.
“É um novo desafio. Eu
sempre assumi minhas equipes como treinador. Depois tive uma formação na parte
de gestão. Quando o Nem me convidou para vir para São João reestruturar a equipe
do Figueirense e se projetar dentro do futebol Mineiro, aceitei na hora. Aqui é
um mercado que eu sempre quis trabalhar”, explicou o gestor Luís Arantes.
Parado há um ano, o
treinador falou que não mexeria mais com o futebol, mas que resolveu voltar
graças à sua paixão pelo esporte “Quando se afasta do que você mais gosta, você
vai tentando achar outros caminhos com que você não vai se identificando; aí
quando aparece oportunidade de novo  a
gente abraça com as duas mãos”, enfatizou.
Nascido no Rio Grande do
Sul, o comandante é mais um de uma boa safra de treinadores da região. Dos Pampas
já saíram vários professores consagrados do futebol brasileiro: Tite, Celso
Roth, Dunga, Mano Menezes, Felipão e outros.
Com um projeto audacioso, o
Figueira promete não ser apenas um mero coadjuvante, e sim, fazer história no
cenário local. Um desses indícios foi a parceria fechada com a clínica Clisan
de fisioterapia que será responsável pela prevenção de lesões e recuperações de
atletas. Além desse acordo, o Tigre do Bom Pastor promete outros negócios para
realizar uma vitoriosa temporada.
Além do presidente  Essio, que foi o herói do Figueira em sua
maior conquista – a extinta Taça Panorama, com o gol do título – o mandatário
traz consigo toda sua cúpula vitoriosa de outros tempos. Outra peça importante
será a do ex-jogador Fábio Mineiro (Nem da Colônia); com passagens pela
Bolívia, Grécia e Polônia, o dirigente será uma espécie de Alexandre Matos
(Diretor Bi Campeão pelo Cruzeiro, hoje no Palmeiras). 

“É um prazer fazer parte
desse projeto como diretor. É um desafio muito audacioso  e eu espero contribuir muito nesses cinco
meses que antecedem a competição por causa de minha passagem fora do país.
Esperamos ter o apoio da prefeitura e de toda cidade de São João del-Rei”, enfatiza.
Texto: Diego Cabral
Foto: Diego Cabral

Deixe uma resposta