Skip to main content

ANPEd Sudeste favorece o diálogo entre professores

“As
apresentações de trabalho constituem, num evento como esse, a principal
potencialidade e o lócus privilegiado
das trocas de experiências, do amadurecimento intelectual e, também, da
possibilidade do questionamento e da crítica na construção do conhecimento na
área”. Assim o vice-presidente da Associação Nacional de Pesquisa em
Educação-Sudeste, Antônio Carlos Rodrigues de Amorim, sintetizou a importância
de se produzir um evento que possa abrigar o encontro de pesquisadores.
No
11º Encontro de Pesquisa em Educação da Região Sudeste, professores e
pesquisadores puderam compartilhar informações sobre nove eixos de pesquisa.
Segundo a organização do evento, mais de 900 trabalhos concluídos e 600 em
andamento de mestrado e doutorado foram inscritos para apresentações nos quatro
dias de evento.
A
pesquisadora Luciana Ponce Belindo Geraldi, da UNESP Araraquara, afirmou
entusiasmo sobre a apresentação de seu trabalho  e sobre a possibilidade de conhecer outras
pesquisas.
– “É
muito bom. Nós encontramos estudantes de pós-graduação, outros professores com
temáticas interessantes. Mesmo não sendo assuntos próximos ou similares, eles
ampliam a perspectiva para se pensar o processo educativo”.

Domênica Martínez (PUC-SP) e Luciana Batista Serafim
(UFLA) trocaram informações sobre os resultados das suas pesquisas sobre a
formação do professor.  “Um evento como
esse, extenso, durante quatro dias, é importante para haver discussão, para que
a gente consiga perceber temas em comum, questões em comum”, ressalta Martinez.
“Com certeza, a gente vai conseguir cada vez mais avançar na pesquisa do nosso
eixo que é formação de professores e que contribui muito para a educação”,
complementou Serafim.
Veja como foi:


Texto: VAN/Camilla Silva e Leonardo Duque
Foto: Jederson

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: