As manifestações em São João del-Rei direcionadas a um âmbito mais organizado

No último sábado, 6, foi realizada a Segunda Assembleia Popular, na cidade de São João del – Rei, com o objetivo de ampliar as discussões sobre as manifestações e começar a estruturar as pautas do movimento que aconteceu nessa quinta-feira, 11. O evento foi aberto à toda população e foi convocado por integrantes de movimentos, como o Levante Popular da Juventude e a organização política Brigadas Populares.

Os participantes da Assembleia, de diversas faixas etárias e grupos sociais diferentes, se reuniram às 14h, na Praça da Estação, para discutir as reivindicações populares. Segundo Rafaella Dotta, participante do Levante Popular da Juventude, a assembleia discute as pautas mais imediatas de São João del-Rei atualmente: transporte, educação, cultura e saúde, e também constrói propostas concretas de ação para que alguma atitude seja tomada dentro de um curto período de tempo.

“Essa assembleia tem o intuito de começar a dar forma a algumas pautas do movimento da cidade. Na primeira manifestação a nível nacional, a gente começou a perceber que a forma mais imediata era o transporte, mas com o grande número de cartazes e faixas reivindicando outras melhorias também na área da educação e da saúde, percebemos que esses temas também devem ser incorporados com maior visibilidade e organização”, afirma.

Rafael Monteiro de Mattos, 22, estudante, que participa da organização política Brigadas Populares, reforça o intuito de acolhimento de diversas pautas fundamentais no movimento popular municipal. “A Assembleia abre o movimento para abarcar mais temas e difundir informação para mais gente”, diz o estudante.

Rafael conta que está ajudando, na frente pelo transporte, há quatro anos, mas que a causa só ganhou maior visibilidade há três anos, quando a população começou a nutrir interesse pelo assunto. “O transporte acabou abrindo o caminho para outras inúmeras pautas e pessoas que se interessam por outros temas”, ressalta.

Foi estabelecido um prazo de uma hora para as discussões de cada grupo de debate, e depois o retorno à Assembleia geral, em que um representante ficou responsável por expor as conclusões do grupo a serem direcionadaa a um âmbito mais organizado. Dentre as conclusões, estavam: a convocação da CPI do transporte público e fim do monopólio das empresas de transporte público; a construção de um documento com as denúncias quanto à rede de saúde e um projeto de documentário sobre a situação precária desta; reivindicação de uma lei de incentivo à cultura em São João del-Rei; ajuste salarial digno dos professores da rede pública, dentre outras pautas.

“É importante ter a assembleia para organizar melhor as pautas, para ficar uma coisa mais visível para quem está vendo o movimento de fora. Quando se tem um movimento popular e a população começa a lutar por ideais e pautas a serem alcançadas, ela consegue mudar coisas significativas, assim como teve aqui o protesto, e as pessoas que armaram barracas em frente à prefeitura reivindicando justiça”, declara Rafael Toledo, estudante de história da UFSJ.

VAN/ Gisele Puygcerver; Ana Martins
Foto: Ana Martins

Deixe uma resposta