Associação promove castração de animais de rua em Dores de Campos

Os animais abandonados pelas ruas constituem um problema grave em Dores de Campos. Pensando nisso, em fevereiro de 2013, foi criada a Associação Amigos dos Animais de Dores de Campos (AMA-DC). Essa foi uma iniciativa do vereador Olinto Evandro, juntamente com a fisioterapeuta Lívia Arruda, a vendedora Germana Rezende e o empresário Wellerson Arruda. Os principais objetivos da associação protetora dos animais são a castração de cachorros e gatos de rua.

Um dos incentivos que os levaram à criação da Associação está relacionado aos chamados “protetores de cachorros”, que, na sua maioria, cuidam como podem destes animais que vagam pela cidade. Segundo a Presidente da Associação, Lívia Arruda, já estão sendo gerados bons resultados. 

Lívia explica que os animais castrados ficam em uma casa cedida pelo tesoureiro da Associação, Wellerson. Conta também que os cachorros ficam, em média, 15 dias na casa, tempo de recuperação da cirurgia, mas depois voltam para a rua, se não forem adotados neste período. A Presidente explica que não há a intenção de abrir um canil, mas sim diminuir o número de animais nas ruas, castrando os animais e orientando a população. “Canil é um depósito de bichos. Pelo menos eles não vão entrar no cio”, diz Lívia. 

A AMA-DC arrecada fundos através de associados, empresas e produtos.  “Estamos com uma média de 100 associados e oito empresas patrocinadoras”, diz Lívia. A fisioterapeuta ressalta que a arrecadação ainda é pequena para atingir a meta da Associação, que é de castrar dez cães por semana. 

Para o administrador de loja e-commerce, Alcir Júnior, a Associação foi uma ótima iniciativa para evitar novos animais nas ruas. Já a estudante Graziele Silva comenta que, da mesma forma que a associação tem tido bons resultados a partir da castração desses animais, é importante que seja dado suporte também aos animais que estão atualmente nas ruas. “As ruas estão cheias de cachorros, evitar o aumento da população canina é essencial”, comenta.

Como ajudar

Para ajudar, as pessoas podem se associar. Basta procurar um dos integrantes da Associação ou então se dirigir à S&S Informática, caso residam na cidade. Moradores de outras localidades podem se associar pelo telefone: (32) 9991-2039. Qualquer quantia acima de R$1 é aceita como doação. 

VAN/Raquel Lopes
Foto: Ana Claudia Lima

Deixe uma resposta