Ateliê de César de Pina se destaca no cenário nacional

Foto: Divulgação/ TV Globo

O artesanato produzido por
uma associação de bordadeiras do distrito 
de César de Pina, no município de Tiradentes, ganhou destaque nas telas da
Rede Globo. As almofadas do ateliê denominado Clareart decoraram os quartos das
personagens Açucena e Antônia na novela Cordel Encantado.
As bordadeiras da Clareart
desenvolvem um trabalho manual de resgate da cultura da cidade nas peças que
produzem. Segundo Moisés Jordano da Silva, responsável pela criação e
direcionamento da produção, a inspiração vem da cidade de Tiradentes com suas
belas paisagens que contribuem para um trabalho minucioso e de significativa
qualidade.
Toda a técnica utilizada na
produção das peças é passada de geração para geração, numa forte herança
familiar. A bordadeira Etelvina Raimunda da Silva afirma estar surpreendida
com a grande valorização que essa prática vem ganhando, tanto no mercado
comercial, quanto com a valorização de cada detalhe produzido nas peças.
A utilização das almofadas
da Clareart no cenário da novela Cordel Encantado é um exemplo da valorização
das bordadeiras. Segundo Moisés, as peças saíram de uma representante de vendas
no Rio de Janeiro, ganhou grande repercussão na região e em todo país. Além
da representante do Rio, o ateliê possui representantes em vários outros
estados.
A exibição das peças na
telinha trouxe surpresa para toda a equipe do ateliê, já que ninguém sabia que
as peças tinham sido compradas pela produtora de arte da novela. A bordadeira
Etelvina estava em casa quando viu as almofadas no cenário de Cordel Encantado
e diz que foi muito gratificante ver o trabalho do grupo sendo valorizado na
TV.
Atualmente, o ateliê
funciona na casa de Moisés Jordano, mas segundo ele a meta para o próximo ano é
a construção de um espaço próprio que seja planejado para a produção das peças
e para receber os seus clientes.
Texto: Suellen Passarelli

Deixe uma resposta