Equipe do Sub-20. FOTO: Athletic Club Futebol/Facebook

Athletic disputa a hexagonal final do Campeonato Mineiro Sub-20

O clube São-joanense disputa com Atlético Mineiro, Cruzeiro, América e Villa Nova nesta fase do campeonato.

Equipe do Sub-20. FOTO: Athletic Club Futebol/Facebook
Equipe do Sub-20. FOTO: Athletic Club Futebol/Facebook

No dia 21 de maio, o Athletic Club Futebol (Guarani), de São João del-Rei, conseguiu uma vaga para a hexagonal final do Campeonato Mineiro Sub-20. A conquista veio com a vitória por 2×0 sobre o Minas Boca Futebol Clube, de Sete Lagoas.

Segundo o volante Thales, o jogo decisivo contra o Minas Boca foi “perigoso”. “O time jogava a última partida e não tinha somado nenhum ponto. Nós precisávamos da vitória para classificar com uma rodada de antecedência, sem depender do resultado. Teríamos que entrar no campo como se eles fossem um adversário direto”, relatou. O jogador revela que a maior dificuldade no início do Campeonato foi a falta de entrosamento do time, composto por atletas do Athletic e do Guarani. “Depois que passamos a nos conhecer dentro de campo, emplacamos uma sequência excelente de resultados”, afirma Thales.

Na quinta posição, o Athletic/Guarani fica atrás apenas do Atlético Mineiro, Cruzeiro, América e Villa Nova, em ordem crescente, respectivamente. Com sete vitórias em 12 jogos, o clube possui 64% de aproveitamento em todo o Campeonato, segundo a Federação Mineira de Futebol (FMF).

O técnico da equipe, Luiz Alberto de Souza, conhecido como Beto, afirma que, apesar da felicidade em ser o quinto melhor clube de Minas, o time não vai se acomodar, porque pretende crescer no Campeonato e se aprimorar. “Não precisamos ser melhor que ninguém, mas diferentes”, diz Beto.

Mesmo alegres por terem se classificado para a hexagonal, os atletas revelam a tensão em jogar com times maiores. “Esta fase não terá jogos fáceis. Para mim, o Cruzeiro será o nosso maior adversário, pois os jogares são muito rápidos e se movimentam muito”, conta Marco Túlio, meio-campo do time.

Contudo, a esperança do treinador é imensa e sua confiança na equipe também. “A equipe é muito qualificada. Eles conseguiram transformar as dificuldades em degraus para evoluir e crescer. No começo éramos a zebra, mas, com trabalho e humildade, crescemos na competição. Nossos maiores adversários, com mais estruturas, passaram a admirar nossa equipe”, celebra o treinador.

 

Fase hexagonal final

Os jogos da hexagonal final acontecem entre final de julho e começo de agosto. Nessa fase, dividida em dez partidas de ida e cinco de volta, os times jogam entre si. A tabela de jogos, elaborada pela FMF,  é determinada a partir do aproveitamento dos times que avançarem na competição. Os quatro primeiros times classificados conseguem uma vaga para disputar a Taça São Paulo Juniores de 2017.

 

TEXTO/VAN:  Marcela Amorim

COLABORAÇÃO: João Vitor Bessa

Deixe uma resposta