Skip to main content

Athletic e São Caetano chegam à final do Amador em SJDR

O Nacional não teve forças
para reverter o resultado de 4 a 0 da primeira partida para o disciplinado
Athletic, ficando no 2 a 2 e dando adeus à competição. Beto e Marco Aurélio
fizeram para o Alvinegro. Já para o time da Colônia, Téo fez as pazes com a
rede e marcou duas vezes. Com a classificação em casa no domingo (14), o Galo
irá enfrentar o São Caetano na grande decisão de quarta-feira.
“No jogo de hoje, mesmo com
os 4 a 0, eu coloquei na cabeça do grupo que não tinha acabado. Tanto é que
viemos para o jogo inteiro e começamos fazendo 2 a 0. No segundo tempo deu para
administrar um pouco mais o resultado, mas agora na final é outro adversário.
Decisão mexe com o brio de qualquer um”, explicou o treinador/jogador Beto, do
Athletic.
Mesmo precisando tirar
quatro gols de diferença, foi o Nacional que marcou o primeiro logo aos três
minutos. Beto fez boa jogada, cortou o zagueiro e bateu rasteirinho no canto do
goleiro Marcelo. Aos 33, outro meio-campo habilidoso apareceu. Marco Aurélio
recebeu na entrada da área e bateu com classe aumentando ainda mais a vantagem
do Galo.
No fim do primeiro tempo, o
experiente Téo descontou de cabeça, após cruzamento na área. Na volta do
intervalo, o Nacional se mandou para o ataque, mas agredia de forma
desorganizada. O Galo apenas administrava o placar. Mas, aos 18, o centroavante
apareceu mais um vez e marcou o de empate, após confusão na área.
“Infelizmente a gente pecou
no primeiro jogo e acabou tomando 4 a 0.  O Athletic vem treinando muito;
são muitos meninos novos que ficam batalhando todos os dias. A gente já não
vinha mais treinando e no final isso pesa. Mas é um jogo atípico”, explicou
Téo, atacante do Nacional.

Nacional

Com vários jogadores conhecidos no
amador são-joanense e até ex-profissionais, o Nacional acabou se classificando
na terceira colocação, com 18 pontos, um a menos que o Athletic. Apesar de uma
campanha regular no primeiro e segundo turnos, o time da Colônia não fez jus
aos jogadores que tem e acabou se tornando presa fácil para o alvinegro nas
semifinais. Mesmo sendo um time novo em São João, os jogadores e membros da
comissão técnica prometem ter um clube forte para as próximas temporadas do
Amador.
“A gente batalhou até o
final; vamos sair de cabeça erguida. O Nacional e outros times que não são
conhecidos como os grandes de São João del-Rei estão provando que têm espaço
dentro do futebol”, finalizou Téo.
Outro Jogo

São Caetano e Social empataram em 0 a 0,
repetindo o placar da primeira partida da semifinal. Melhor para Fera Tijucana,
que devido a melhor campanha na primeira fase, classificou-se para a grande
final de quarta-feira contra o Athletic. Apesar de não ter tido bola na rede, a
partida decisiva do domingo (14), no estádio Joaquim Portugal, foi recheada de
emoções. Destaque para o goleiro Túlio que substituiu Digão machucado e fechou
o gol da Pantera.
Texto: Diego Cabral /VAN
Foto: Diego Cabral

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: