Skip to main content
Governandor Fernando Pimentel participa da abertura do Minas Gerais Audiovisial Expo.
31/05/2016 Museu de Artes e Ofícios 
Foto: Manoel Marques/imprensa-MG

Audiovisual mineiro é incentivado pelo Governo

Programa visa estimular a produção de materiais audiovisuais no estado

Governandor Fernando Pimentel participa da abertura do Minas Gerais Audiovisial Expo. 31/05/2016 Museu de Artes e Ofícios  Foto: Manoel Marques/imprensa-MG
Governador Fernando Pimentel participa da abertura do Minas Gerais Audiovisial Expo. FOTO: Manoel Marques/Imprensa-MG

O atual governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, lançou o Programa de Desenvolvimento do Audiovisual Mineiro (Prodam) durante a abertura da Minas Gerais Audiovisual Expo, evento realizado entre os dias 1 e 6 de junho de 2016 e referência para os profissionais brasileiros da área.

De acordo com Fernando Pimentel, a plataforma visa ao incentivo à produção, à distribuição e à exibição de materiais audiovisuais produzidos no estado, apresentando-se como potencializadora do desenvolvimento cultural. Em seu discurso de apresentação, Pimentel anunciou a destinação de R$23,5 milhões ao segmento e completou: “O Prodam é o nosso programa de apoio ao audiovisual e, mesmo com toda a dificuldade financeira e orçamentária do Estado, nós estamos conseguindo aportar o maior volume de recursos que já foi destinado ao audiovisual em toda a história”.

Para o produtor cultural de São João del-Rei, Rafael Vasquez, a iniciativa é válida e importante para o setor. Para ele, investir nessa área é fundamental para se desenvolver uma economia que gire em torno de um setor criativo e também gere obras culturais de qualidade, feitas por mineiros para todos os brasileiros e também estrangeiros. “A área cinematográfica é um segmento artístico que tem um potencial de difusão de valores altíssimo, pois sua produção pode ser apreciada por pessoas em diferentes épocas”, diz.

Rafael considera que o lançamento do programa foi apenas o primeiro passo e aguarda mais investimentos em outras áreas. “Julgo imprescindível dar condições de se produzir não só obras artísticas, mas também trabalhos científicos e inovações em todas as áreas. Apesar disso, sou muito favorável a medidas como essa”, completa.

Com o objetivo de abranger todos os campos de ação, o Prodam unifica instituições públicas e privadas. As secretarias de Cultura, Turismo e Educação estão confirmadas na mesa de discussão do projeto, juntamente com outras instituições de administração pública indireta, como Fapemig, TV Minas, Cemig, Iepha, entre outras.

A atriz mineira Mirela Oliveira comemora o lançamento do projeto e reafirma a necessidade de ações como essa no país. “Já estava passando da hora. Países mais desenvolvidos que o Brasil contam há muito tempo com programas de incentivo ao produtor cultural e audiovisual”, afirma. Ela ressalta a importância da cultura como a forma mais eficiente de atingir o público, já que, por meio dela, podemos realmente transformar a realidade.

Com novas oportunidades para produtores culturais, artistas, pesquisadores, estudantes e para o público, os editais de patrocínio já foram escritos e estarão disponíveis nas próximas semanas no site da Secretaria de Cultura de Minas Gerais.

 

TEXTO/VAN: Sofia Pacheco

COLABORAÇÃO: Hugo Pacheco

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: