Foto: Divulgação

Banco de leite materno em São João del-Rei necessita de doações

Atualmente, apenas três doadoras contribuem com o posto de coleta de leite materno da Santa Casa

Santa Casa de Misericórdia é o posto de coleta em São João del-Rei
Santa Casa da Misericórdia é o posto de coleta em São João del-Rei

Desde março de 2013, a Santa Casa da Misericórdia de São João del-Rei conta com o Posto de Coleta de Leite Humano que ajuda bebês internados na UTI neonatal. Atualmente, há um deficit no número de mães doadoras – que são apenas três, e o leite coletado alimenta cerca de dez crianças, como explica a enfermeira coordenadora da UTI neonatal, Marcela de Carvalho.

O leite materno é fundamental para a recuperação dos bebês da UTI neonatal
O leite materno é fundamental para a recuperação dos bebês da UTI neonatal

O leite materno ajuda as crianças a se recuperarem e deixarem o hospital mais rápido. Além disso, protege a criança contra as infecções gastrointestinais e, por isso, reduz os riscos de mortalidade infantil.

Para ser doadora, a mãe deve ir até a Santa Casa com o Cartão da Gestante e todos os exames do pré-natal para ser cadastrada e receber as instruções necessárias, “depois disso, ela pode fazer todos os procedimentos em casa, a gente vai orientar e fornecer todo o material” informa Marcela. O leite, então, deve ser armazenado para ser recolhido na casa da doadora.

O leite coletado na cidade é encaminhado para o banco de leite da cidade de Juiz de Fora para ser pasteurizado. Nesse convênio, apenas metade do leite seria reenviado para os bebês de SJDR. Entretanto, com a baixa arrecadação, todo o leite tem voltado para a Santa Casa para conseguir suprir as necessidades de todos as crianças.

Quando o leite não é suficiente, há uma fórmula artificial como alternativa, mas Marcela ressalta que  o leite materno é o mais adequado para alimentar o bebê e que a fórmula artificial pode causar problemas intestinais.  “É extremamente essencial o leite materno, uma fórmula não tem todos os benefícios”, afirma. Cada litro de leite alimenta, por dia, dez bebês, que são em sua maioria prematuros.

Juliana Aparecida de Souza, de 30 anos, é uma das doadoras. Ela está doando há 8 dias porque teve sua bebê internada para uma cirurgia e ressalta que fazer a coleta é bem fácil e pretende continuar doando mesmo depois que sua filha receber alta. “É muito tranquilo e é muito bom saber que estamos ajudando outras criancinhas”, declara. 

As lactantes que queiram ajudar com o leite excedente devem entrar em contato com a Santa Casa pelos telefones (0**32) 3379 – 2033 ou (0**32) 3379 – 2000. O atendimento é 24 horas e a doação pode salvar a vida de um bebê. Doar leite materno é um ato de amor pela vida. 

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

TEXTO/VAN: ELAINE MACIEL

FOTOS: ELAINE MACIEL

Deixe uma resposta