Skip to main content
Famílias devem ir à unidade de saúde mais próxima para realização de exames.  
Foto: Divulgação/Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Beneficiários do Bolsa Família devem comparecer em unidades de saúde

Acompanhamento médico é obrigatório para manter o benefício

Famílias devem ir à unidade de saúde mais próxima para realização de exames. Foto: Divulgação/Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome
Famílias devem ir à unidade de saúde mais próxima para realização de exames.

Foto: Divulgação/Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Os beneficiários do “Bolsa Família”, programa do governo federal, devem procurar as unidades de saúde até o próximo dia 31 de maio, para realizarem a pesagem e acompanhamento da saúde. É preciso levar o cartão do Bolsa Família, carteira de vacinação das crianças e a carteirinha da gestante para as mulheres que estão grávidas.

Ligiane Inês Lacerda, responsável pelo acompanhamento do programa na área da saúde, explicou que o processo já está acontecendo desde o início do mês e ressaltou que quem não realizar a pesagem pode ter o benefício cancelado.

“O processo se iniciou no dia 1º de março e essa é a primeira pesagem (do ano). A segunda acontecerá em agosto. Haverá acompanhamento nutricional, das gestantes e do cronograma de vacinas das crianças, e isso está relacionado à continuidade do recebimento do benefício.”

A enfermeira Maria das Dores de Resende Chaves trabalha na policlínica do bairro Matosinhos e é uma das responsáveis pela avaliação das condições de saúde dos beneficiários. Ela explicou que, caso haja necessidade, encaminha o paciente para um médico especialista.

“A gente avalia o estado geral de saúde da pessoa: a questão do peso, do cartão de vacina, do pré-natal das gestantes. Orientamos para que procurem o atendimento de um dentista, para que as crianças tenham atendimento com o pediatra, os pais estejam atentos com a pressão alta e a diabetes. Caso não tenha atendimento aqui, a gente encaminha para outras unidades. ”

Maria lamentou que boa parte das pessoas atendidas estão com problemas de saúde. “Infelizmente a situação da saúde está precária. Às vezes a gente observa que eles estão com a pressão alta, obesidade…. Talvez com o sedentarismo, stress e alimentação inadequada, mais pessoas estão com sobrepeso ou obesas, mas desnutridas. ”

 

Quantas famílias recebem o benefício do “Bolsa Família” em São João del-Rei?

Segundo dados obtidos junto à Secretaria Municipal de Cidadania, Desenvolvimento e Assistência Social, 3751 famílias receberam o benefício em fevereiro deste ano, somente em São João del-Rei. No total, foram gastos R$ 457.841,00, o que dá em média R$ 115 reais por família.

Gabriela dos Santos Silva explicou que esse número é variável e que as famílias que desejarem receber o benefício devem procurar a secretaria para realizar o cadastro único.

“Esses números são atualizados trimestralmente e variam muito, pois muitas pessoas deixam de receber e outras começam. Quem desejar participar do programa deve primeiro realizar o cadastro único. Depois disso o pedido é analisado para saber se ela precisa ou não do benefício”.

A Secretaria Municipal de Cidadania, Desenvolvimento e Assistência Social está localizada na Rua Salomão Batista de Souza, nº 10, Matosinhos. O telefone é 3379-1550.

TEXTO/VAN: ANDRÉ LAMOUNIER E REBECA OLIVEIRA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: