Biblioteca Municipal comemora 187 anos

Na semana em que comemora 187 anos de fundação, a Biblioteca Municipal Baptista Caetano de Almeida, em São João del-Rei, é destaque no cenário nacional. A instituição, fundada em 15 de agosto de 1827, é, provavelmente, a mais antiga biblioteca de Minas Gerais e a primeira instituída no país após a independência da Coroa Portuguesa. Possui um acervo de aproximadamente 15 mil livros, incluindo obras raras, abriga projetos relacionados à cultura e possui página no Facebook, onde o público pode opinar sobre as novas obras a serem adquiridas.
Seu fundador, ao qual seu nome faz referência,  não acreditava em progresso sem evolução cultural coletiva. Por isso, investiu em seu acervo pessoal com o objetivo de dar, à população são-joanense, acesso a diversas obras literárias mundiais.
Desde 1971, funciona no casarão situado na Praça Frei Orlando, nº 90, ou, como é mais conhecido, no Largo de São Francisco. O acesso aos livros pode ser realizado livremente a quem se dirija ao local ou por empréstimo a pessoas devidamente cadastradas.
O coordenador de Serviço de Bibliotecas Artur Cláudio da Costa Moreira reafirma a importância da biblioteca e lamenta o descaso de alguns frequentadores com o bem público.  “Tem gente que pega o livro emprestado e não devolve, outros carregam exemplares dentro de casacos e mochilas”, reclamou.
Entre os projetos que a Biblioteca abriga, estão exposições, sessões e oficinas de contação de histórias para estudantes da rede pública de ensino. “Nós contabilizamos, em média, o atendimento de 1200 alunos por semestre nas sessões de contação que acontecem aqui no prédio e em visitas às escolas”, afirma a professora e pedagoga Ana Paula Ferreira.
E com tantos anos de história, a Biblioteca é redescoberta a cada novo visitante. Esse é o caso de Luis Cláudio, que recentemente se mudou para Prados. “O prédio é muito bonito, assim como o mobiliário. Essa é minha terceira visita e fico encantado com o acervo da instituição”, ressaltou o visitante. Já João Gomes, estudante de administração da UFSJ, aproveitou um tempo para conhecer a biblioteca que lhe haviam recomendado. “Estou entrando pela primeira vez e já consigo ver daqui a coleção de revistas e jornais da biblioteca”, declarou.

Texto: VAN/ Camilla Silva e Sarah Rodrigues
Foto: Artur Caldas

Deixe uma resposta