Câmara de SJDR aprova projeto de música de raiz

O músico Chico Lobo defendeu o resgate de valorização da cultura de raiz
“Hoje,
a modernidade acaba fazendo com que o jovem perca valores que eram passados de
avô para pai, de pai para filho”, afirmou o músico Chico Lobo, responsável pelo
projeto (n° 6755) de resgate de valorização da cultura de raiz da viola caipira
e da identidade do instrumento. Assim, a primeira sessão ordinária de novembro
da Câmara Municipal de São João del-Rei avaliou essa iniciativa do músico conterrâneo
da cidade. Ainda, mais três projetos foram discutidos e votados pelos vereadores
na reunião.
Em
parceria com a Secretaria de Educação e a Universidade Federal de São João
del-Rei (UFSJ), o Instituto Sócio – Cultural Chico Lobo já conta com três
professores coordenados pelo violeiro e trinta violas; as aulas são ministradas
em escolas rurais na cidade de Emboabas. Além disso existe uma outra iniciativa
em processo de inauguração na escola rural do município de Arcângelo. Lobo
compareceu à Tribuna Livre para contar um pouco sobre esse projeto, que está
completando um ano.
Na
oportunidade, o músico defendeu a importância de que o instituto se torne uma
entidade de utilidade pública. Lobo justifica sua intenção ao utilizar o
projeto como forma de afastar os jovens do crime e das drogas na localidade. “Às
vezes as pessoas que saem da escola do interior, vem para a cidade grande sem
essa identidade e se perdem nas periferias”, ressalta.
Ainda
foi discutido o projeto n° 6747, do poder executivo, que autoriza a abertura de
crédito especial, no valor de R$25.000,00, para a Liga Municipal de Desportos
de São João del-Rei. O presidente da Liga, Luiz Carlos Baccarini, compareceu à
Tribuna Livre para esclarecer o projeto sobre a aplicação dos gastos, questionado
pelo vereador Stefânio Pires (PMDB).
O
projeto n° 6750, que autoriza a concessão de subvenção social à Associação das
Escolas de Samba, Blocos e Rachos (AESBRA), do município de SJDR, liberou
R$350.000,00 para as festividades carnavalescas de 2015. O vereador Igor Sandim
(PSDB) lembrou a importância de o recurso ser liberado com antecedência para
melhor organização e aplicação do recurso diante da proximidade do evento. Por
sua vez, o projeto n° 6751, que autoriza a inclusão do Programa de Aquisição de
Veículo para a Secretaria Municipal de Cidadania, Desenvolvimento e Assistência
Social no Município foi retirado de pauta, seguindo orientação do Presidente da
Câmara Carlos Fuzzato.
Matéria:
Cláudia Maria e Vanessa Vicente / VAN
Foto:
Divulgação Câmara Municipal

Deixe uma resposta