Skip to main content
WhatsApp Image 2017-05-31 at 12.42.28

Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada

Baixa procura pelo medicamento preocupa profissionais da saúde.WhatsApp Image 2017-05-31 at 12.42.28

Com a chegada do frio, a atenção com o vírus da gripe aumenta, levando a ascensão da vacina contra o influenza. A campanha se encontra na 19º edição e tem esforço redobrado no estado de Minas Gerais levando em consideração os 290 óbitos causados pela doença no último ano. A vacinação evita possíveis complicações advindas da patologia, como problemas respiratórios, sendo uma medida totalmente eficaz e segura.

A preocupação em São João del-Rei gira em torno da baixa procura pela prevenção por parte dos grupos de risco, o que levou a eventual prorrogação da campanha até o dia 9 de junho segundo a Secretária Municipal de Epidemiologia, Eliene Freitas. A mobilização teve início no dia 17 de Abril e se estenderia até 26 deste mês, sendo 13 de Maio o dia da mobilização nacional.

Mesmo com o longo prazo do movimento, a meta de  vacinação ainda não foi alcançada em nenhum grupo prioritário. Entre os públicos-alvo, os idosos registraram a maior cobertura vacinal, com 8.463 de doses aplicadas, seguido pelas crianças menores de 5 anos que formam um total de 1.639 vacinados. Os profissionais da área de saúde e professores contam com  1.473 pessoas imunizadas e 71 puérperas, totalizando  12.544 pessoas  que representa 65,58% do público. Pessoas com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a menores de cinco anos, indígenas, gestantes e mulheres com até 45 dias pós-parto, além de profissionais de saúde, população carcerária, técnicos que trabalham no sistema prisional ,professores e doentes crônicos devem recorrer a campanha. O objetivo seria atingir 90% dessa parcela da população.

“Nos outros anos apesar do atraso na procura, as pessoas corriam aos postos de vacinação na última semana, que aumentava muito o número de pessoas vacinadas. A procura está  abaixo, para mim as pessoas não acreditam nos benefícios que a vacina tem!” relata a técnica de enfermagem Vanessa Ganem. Já a dona de casa Claudia do Carmo Garcia Orlando de 47 anos relata que é portadora de doença crônica e há 5 anos toma a vacina: “Nunca tive reação nenhuma, não gripo e me faz muito bem, mas minha sogra tem 78 anos nunca tomou, ela tem medo”.

A vacinação visa proteger os grupos prioritários mais suscetíveis às complicações da gripe, como pneumonia em pessoas idosas, nas quais a doença pode se agravar facilmente. As reações adversas são poucas, e praticamente não existe contra-indicação. Só não devem ser  vacinadas pessoas com alergia à proteína do ovo e pacientes com doenças neurológicas.

Texto/VAN: Tatthy Silva e Victória Souza
Fotos/VAN Tatthy Silva

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: