Campanha Novembro Azul 2014

A secretaria de saúde de São João del-Rei, em parceria com as unidades básicas de saúde, aderiram à campanha Novembro Azul, com o intuito de conscientizar a população masculina sobre o câncer de próstata. A campanha tem sido referência na missão de orientar os homens a cuidarem melhor da saúde e se consultarem com maior frequência, a fim de realizarem exames regulares por meio do toque retal e do PSA anual.
O câncer de próstata é a segunda modalidade mais frequente entre os homens, ficando atrás apenas do câncer de pele. Estatísticas da Sociedade Brasileira de Urologia apontam que a cada seis homens, um é portador da doença. A estimativa é de que, em 2014, 69 mil novos casos sejam diagnosticados, ou seja, há descoberta de um novo caso  a cada 7,6 minutos. Visando a diminuição da mortalidade nesses casos, é recomendado que o homem, a partir de 50 anos, procure seu urologista para discutir a necessidade de realização do exame. Aqueles com maiores riscos da doença (história familiar, raça negra) devem procurar o urologista a partir dos 45 anos. 
“Fiquei sabendo da campanha pela minha agente comunitária, que me motivou a comparecer no posto para fazer o exame. Confesso que resisti um pouco, mas no final vi que é melhor prevenir”, contou Antônio Rosa Sena (46).
O Centro Viva Vida fica localizado na Avenida Leite de Castro, nº 1941, próximo ao parque de exposição. Para marcar a consulta com o urologista é necessário um encaminhamento e PSA recente. O exame e a consulta são gratuitos.
Durante todo o mês de novembro, o Programa Saúde da Família (PSF) vai desenvolver atividades, ações e palestras informativas para a população masculina de São João del-Rei. A enfermeira Wictória Oliveira ressaltou a importância da campanha:
– “Todos os anos a campanha é um sucesso. Os exames são feitos durante todo o ano, mas em novembro a procura triplica, devido à divulgação, dando um retorno positivo. Isso é muito satisfatório, pois a cura é de 90% quando o câncer é diagnosticado no início”. 
O Dr. Bruno Hunnber afirmou que todo homem a partir dos 50 anos deve procurar a unidade de saúde mais perto de sua casa para realizar os exames. “Os homens têm que se prevenir, pois eles são mais resistentes à ideia de ir regularmente ao médico e, por isso, acabam descobrindo a doença em estágio já avançado”, advertiu o médico. 
Texto: Tatiana Maria da Silva / VAN
Foto: Tatiana Maria da Silva

Deixe uma resposta