Atlético veio à São João del-Rei enfrentar o Social pelo sub-15 e sub-17

Campeonato Mineiro: Social é derrotado em casa pelo Atlético; Athletic se despede da competição

Fim de semana sem vitórias para os times são-joanenses no campeonato mineiro para  jogadores de 15 e 17 anos

Atlético veio à São João del-Rei enfrentar o Social pelo sub-15 e sub-17
Atlético veio à São João del-Rei enfrentar o Social pelo sub-15 e sub-17

O Social de São João del-Rei recebeu o Atlético no último sábado (12) em jogo válido pela 7ª rodada do Campeonato Mineiro das categorias de base. Jogando no Estádio Paulo Campos, a equipe São-joanense, formada por jovens de até 17 anos, foi surpreendida pela equipe atleticana e saiu derrotada por 4 a 2, em jogo marcado por duras críticas da torcida à arbitragem e o mau estado do gramado.

O Atlético saiu na frente logo no início do jogo e aos 30 minutos já somava o placar de 3 a 0, aproveitando do nervosismo e de espaços da defesa adversária. O Social esboçou uma reação após converter uma cobrança de pênalti quando o primeiro tempo se aproximava do fim. Na segunda etapa, o Social teve de substituir o goleiro Gabriel, que saiu de campo lesionado e deu lugar a Otávio. Ambas equipes marcaram mais um gol, em cobranças de pênalti. Chokito e Lauro, do time São-joanense, foram expulsos pelo árbitro Rônei Candido Alves, após serem advertidos com dois cartões amarelos. 

 

Dos seis gols marcados no jogo, três saíram de cobranças de pênalti
Dos seis gols marcados no jogo, três saíram de cobranças de pênalti

 

Com o resultado, o Atlético segue invicto e se mantém na liderança do Tabela Social 17Grupo A com 19 pontos conquistados. O Social é o terceiro colocado, com 12 pontos, e segue com chances de se classificar para o Hexagonal Final.

Social e Atlético também se enfrentaram pelo sub-15 e o time da capital venceu por 5 a 0. Com o resultado, o Atlético permanece líder do grupo A, com 21 pontos. O Social é o 4º colocado, com 7 pontos, e tem chances mínimas de classificação para o hexagonal final. Na próxima rodada, que acontece no sábado (19), Tabela Social 15tanto Atlético quanto Social jogarão na região central do estado, em ambas categorias. O Atlético enfrenta o Valeriodoce em Sete Lagoas, a partir das 09h, enquanto o Social joga em Jaboticatubas, contra o Arsenal, a partir das 13h30. 

 

 

Visões distintas sobre a atuação da arbitragem

Apesar da derrota, o ex-jogador e atual técnico do Social André Luiz ressaltou a dedicação dos atletas, mas criticou a arbitragem. “Não posso cobrar vontade, eles correram muito hoje. (…) O Atlético é uma equipe de muita qualidade, que sempre está nas primeiras colocações dos campeonatos que disputa, mas acho que a arbitragem favoreceu um pouquinho”.

Já o técnico Ricardo Resende, que comanda o time sub-17 do Atlético, acredita que o trio de arbitragem não tenha influenciado no resultado final do jogo. “Acho que é normal, a torcida sempre vai cobrar da arbitragem. No mais, foi uma arbitragem correta, valeu mesmo a qualidade dos nossos atletas e conseguimos, mesmo com o campo não estando em condições, impor nosso ritmo de jogo e conseguir uma boa vitória”. 

Torcida compareceu ao Estádio Paulo Campos e criticou muito a arbitragem
Torcida compareceu ao Estádio Paulo Campos e criticou muito a arbitragem

Críticas ao gramado

Se em relação à arbitragem os comandantes das duas equipes têm opiniões diferentes, ambos concordam que o gramado não estava em boas condições para a prática do futebol. “No momento, o nosso gramado não está bom. A gente sabe que ele precisa ser trocado. Estamos trabalhando nisso desde o fim da Taça BH (julho de 2015), mas só podemos trocá-lo em novembro ou dezembro. Daqui até lá, temos que jogar aqui”, comentou André Luiz.

Já Ricardo acredita que as expulsões estejam ligadas ao estado do gramado, que estava escorregadio e pode ter contribuído para as jogadas duras que provocaram os cartões para os atletas. “Foi um jogo muito difícil, o campo realmente não estava em boas condições, mas os atletas conseguiram se adaptar rapidamente. Foi difícil para o árbitro também, com o campo pesado e escorregadio para os atletas, acho que as expulsões foram justas”.

Campo do estádio Paulo Campos não estava em boas condições
Campo do estádio Paulo Campos não estava em boas condições

 

Athletic também jogou no fim de semanaTabela Athletic 17

O Athletic Club também jogou no último sábado. O alvinegro do bairro Matosinhos foi a Sete Lagoas enfrentar o Democrata, em jogo da 6ª e última rodada da fase de grupos da 2ª divisão do campeonato mineiro. Pelo sub-17, a equipe são-joanense foi goleada por 7 a 1, e segue na lanterna do Grupo A com nenhum ponto conquistado.Tabela Athletic 15

Já no jogo para jovens de até 15 anos, o Athletic conquistou um empate por 2 a 2. O time são-joanense saiu na frente com Patrick, aos 34 minutos do 1º tempo. O Democrata empatou logo no início da segunda etapa com Raphael. Quando o jogo se aproximava do fim, o Athletic saiu na frente novamente com Henrique, aos 34 minutos, mas sofreu novamente o empate com o gol de Lucas, aos 37. Com o resultado, o Athletic terminou o campeonato na última colocação, com 4 pontos conquistados.

Apesar de não ter avançado ao hexagonal final, Tiago do Nascimento, coordenador de futebol e treinador do sub-15, acredita que a participação do Athletic foi satisfatória. “O Athletic ficou de fora do campeonato mineiro por 7 anos. Por isso disputamos a segunda divisão. Avalio (nossa participação) como boa, apesar de ter ficado em último na chave. Como estamos voltando este ano, acredito que nosso objetivo foi cumprido, por que é um trabalho a longo prazo”. Tiago acredita que a falta de preparação antes do campeonato contribuiu para a campanha ruim. “Pela falta de campeonato de base em São João e os altos gastos na Taça BH, acabamos estreando no mineiro com apenas um amistoso. Poderíamos ter enfrentado equipes mais fortes para ver os erros e avaliar melhor a equipe. Perdemos pontos por detalhes que poderiam ter sido corrigidos em amistosos”.

TEXTO/VAN: ANDRÉ LAMOUNIER

FOTOS: ANDRÉ LAMOUNIER

Deixe uma resposta