Skip to main content
outubrorosa

Câncer de mama: a prevenção ainda é o melhor caminho

Segundo estudos, mulheres têm se descuidado da saúde das mamas

outubrorosa

O câncer de mama ainda é o maior causador de mortes entre as mulheres de Minas Gerais, segundo dados da Secretaria de Saúde do Estado de Minas Gerais. Em São João del-Rei, dentre os pacientes atendidos com diagnóstico de câncer pela Associação de Amparo à Pacientes com Câncer (ASAPAC), 31% são de mulheres com tumor mamário, como divulgado pelo balanço de dezembro de 2014.

Recentemente, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) divulgou a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), que mostra que 40% das mulheres brasileiras com idade de 50 a 69 anos não fazem a mamografia. O exame é essencial para o descobrimento precoce da doença, aumentando as chances de cura. 

Conceição Lima tem 60 anos e faz a mamografia todos os anos. Para ela, a realização do exame é essencial, especialmente para o bem estar da mulher: “Tudo que se descobre mais cedo, tem uma chance maior de cura”. Lima disse ainda, que o fato de outro familiar ter tido câncer de mama funcionou como incentivo na busca pelo exame.

Adilene Soares, de 47 anos, realiza há sete o exame de mamografia devido à recomendações médicas. Ela acredita que o exame é preventivo e essencial para o diagnóstico da doença em seu estágio inicial. “Deveria ser mais divulgado em guias gratuitos e na imprensa. As escolas deveriam trazer essa conscientização desde cedo para as meninas”, opina. Sobre o Outubro Rosa, ela defende e acredita que “uma simples informação que você divulga nesse período é capaz de mudar vidas”.

No Brasil, desde o ano de 2008, acontece o Outubro Rosa com o objetivo de chamar a atenção das mulheres para a importância da realização do exame de mamografia. A iniciativa acontece em vários lugares do mundo e tem o laço rosa como símbolo da causa.

Na cidade dos sinos, a ASAPAC, o Lions Clube São João del-Rei e o curso de enfermagem do IFET irão promover uma passeata em prol do Outubro Rosa na cidade: “O objetivo maior do Outubro Rosa é chamar a atenção das mulheres para fazer a mamografia. Nós entregaremos panfletos educativos mostrando a importância da mamografia como prevenção e diagnóstico precoce do câncer”, ressaltou a assistente social da ASAPAC, Laura Lopes.

“A cor rosa é sempre um atrativo, e nesse ano estamos nos mobilizando para que todos usem uma peça de roupa dessa cor e o pessoal do LIONS vai distribuir um boné rosa para chamar a atenção mesmo para o câncer de mama, o que mais afeta as mulheres”, comentou Lopes.

A concentração para a passeata acontecerá a partir das 1oh, no Largo do São Francisco, e seguirá pelas principais ruas do centro da cidade, terminando na sede da ASAPAC à Rua Ministro Gabriel Passos. A caminhada contará com a apresentação da Banda Salesiana Meninos de Dom Bosco.

Outubro Rosa com mamógrafo estragado

Segundo Laura Lopes, o mamógrafo de São João del-Rei não está em funcionamento desde janeiro desse ano por encontrar-se estragado. O conserto do aparelho é constantemente cobrado da Prefeitura por parte do coordenador da ASAPAC e do LIONS. Lopes ressalta que a promessa é de que o mamógrafo volte a funcionar em outubro, “como se faz uma campanha incentivando a mamografia com o mamógrafo estragado?”.

Na Secretaria de Saúde da cidade, a coordenadora de urgência e emergência, Magda Calsavara disse que a peça para o conserto do mamógrafo está em processo de compra, e que a expectativa é que o aparelho volte a funcionar em outubro, “o secretário quer que o mamógrafo esteja funcionando agora em outubro, porque já tem um tempão que ele está parado”. Ela não soube informar desde quando o mamógrafo está parado.

Os exames de maior urgência estão sendo feitos na Santa Casa da cidade como informou Lopes, que ressaltou ainda, “preventivo mesmo não está sendo feito, pois o aparelho está parado”. Veja a matéria completa clicando aqui

TEXTO/VAN: CLÁUDIA MARIA E REBECA OLIVEIRA

FOTO: DIVULGAÇÃO

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: