Skip to main content

Chega ao fim o Festival de Fotografia de Tiradentes

Entre os dias 24 e 30 de março o Festival de fotografia – Foto em Pauta – movimentou a cidade de Tiradentes. A 4ª edição do evento contou com a presença de fotógrafos renomados como Jorge Bodanzki e Ricardo Labastier e teve programação intensa.

Para o fotografo Juan Esteves que ministrou a oficina Retratos da Arquitetura e participou de uma conversa com o também fotografo Hiorosuke Kitamura, o festival de Tiradentes, assim com o de Parati, são mais interativos que os de cidades como São Paulo, pois existe mais contato entre os fotógrafos experientes e os que ainda estão começando. “Tiradentes é uma cidades pequena, o que permite que os participantes das oficinas se encontrem com os fotógrafos na rua e têm a oportunidade de conversar, beber alguma coisa e trocar ideias, e isso é muito bom”, diz ele. 

Durantes os quatro dias do festival foram oferecidas 17 oficinas, várias palestras, projeções e lançamentos de livros, leituras de portfólio, além das inúmeras exposições. Haviam mais de oito pontos de exibições espalhados pela cidade, algumas ao ar livre outras em ambientes fechados, porém todas gratuitas.

Uma das palestras que mais emocionou o público foi a do fotografo André François, que projetou imagens e falou sobre o processo de criação do livro “Cuidar”. Para ele, a fotografia não é um fim, mas uma ferramenta que ele usa para documentar diferentes realidades. A designer gráfica Silvia Vartuli, que não conhecia o trabalho do André, considera que uma das vantagens do festival é permitir a descoberta de grandes fotógrafos, “eu não conhecia o André e fiquei emocionada com a palestra dele, tanto que quero comprar o livro”, afirma ela. 

A 4ª edição do evento transformou alguns becos de Tiradentes em ponto de exposição. A moradora, Renata Franca, acredita que o “Foto em Pauta” é o melhor festival da cidade, “é muito bem produzido, os participantes são qualificados e a cidade tá linda”, ressalta. 

Além dos eventos mencionados, na noite de sábado, 29 de março, houve o “Queimão Fotográfico”, das fotos deixadas na secretaria do evento para serem leiloadas pelo pessoal do Erro 99.

VAN/Por Silvia Reis 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: