Encontro desperta interesse nos jovens pela viola. FOTO: Divulgação

“Chora Viola”: Encontro divulga cultura sertaneja em Barbacena

O encontro apresenta artistas da região

Para acompanhar a leitura, ouça a música Chora Viola, da dupla Tião Carreiro e Pardinho!

Encontro desperta interesse nos jovens pela viola. FOTO: Divulgação
Encontro desperta interesse nos jovens pela viola. FOTO: Divulgação

Entre os dias 24 e 26 de junho, acontece, em Barbacena, o segundo Encontro de Violeiros do município. O objetivo do evento é divulgar a cultura sertaneja e os artistas da região. A ideia é do radialista Vandenir Antunes, que organiza o encontro em diversas cidades desde 2013. Até agora, foram realizadas 15 edições em nove municípios.

Inspirado nos encontros de violeiros do Centro-Oeste e do Triângulo Mineiro, o evento das Vertentes se adaptou à cultura local para atrair público de todas as idades com seus “modões” de viola. “É como se a gente tivesse no terreiro de casa, lá na roça, e convidasse alguns amigos para fazer uma roda de viola, que convidassem outros e, quando a gente visse, teríamos um montão de gente”, conta Vandenir.

Os artistas que participam do Encontro são geralmente amadores. Alguns se apresentam em público pela primeira fez no evento, por isso são chamados de “cantadores”. “Consideramos [o evento] a maior vitrine para os artistas amadores da região, pois, a partir do Encontro, muita gente pode sonhar e buscar seus sonhos”, orgulha-se o radialista.

Alavancando carreiras

O Encontro proporcionou a alguns artistas, posteriormente, a oportunidade de  gravarem CDs e se apresentarem em TVs e rádios de abrangência nacional. Um dos grupos com disco gravado é o Violeiros de Madre de Deus. Dimas Souza, sanfoneiro do  grupo, acredita que o Encontro pode servir para despertar nos jovens o interesse pela viola. “[Os organizadores] começaram com poucos violeiros, e hoje já temos vários jovens que se interessam pelo instrumento”, explica.

Apoio à tradição da “roça”

Público é sempre receptivo ao Encontro. FOTO: Divulgação
Público é sempre receptivo ao Encontro. FOTO: Divulgação

A Prefeitura de Barbacena é uma das apoiadoras do evento, que possui entrada franca. “O Encontro dá visibilidade a um rico filão musical a ser explorado, pois a música de raiz tem vasto público, que não se rende apenas ao apelo comercial da indústria do entretenimento”, argumenta o secretário de cultura de Barbacena, Edson Brandão.

O evento é aguardado com ansiedade pelos moradores do município. Flávia Campos foi criada na roça e sempre se interessou pela cultura sertaneja. No ano passado, ela não teve oportunidade de ir ao Encontro, mas este ano tem muito interesse em prestigiar o evento. “O mais interessante são as músicas e as pessoas que vão, todas que curtem o mesmo estilo de som que eu”, diz Flávia.

O carinho dos moradores é o que faz as expectativas de Vandenir serem sempre elevadas. “Para nós é como um prêmio retornar com a simplicidade de nossa gente e nossa música neste lugar, pois serão três dias de homenagem à nossa cultura”, comemora.

 

TEXTO/VAN: Ana Resende Quadros

Deixe uma resposta