Andrea Tonacci foi homenageado na abertura da Mostra

Começa a 19ª Mostra de Cinema de Tiradentes

Homenagem ao cineasta ítalo-brasileiro Andrea Tonacci marcou a abertura do evento

Andrea Tonacci foi homenageado na abertura da Mostra
Andrea Tonacci foi homenageado na abertura da Mostra

O evento começou nesta sexta-feira e segue até o próximo dia 30. Serão apresentados 35 longas e 82 curtas, em 57 sessões de cinema que vieram de todos os cantos do Brasil. A exibição  reúne produções  de Tiradentes, Ouro Preto e Belo Horizonte, com apoio internacional da Argentina, Itália e França.Nesse ano, o homenageado é o cineasta ítalo-brasileiro Andrea Tonacci.

A cerimônia de abertura contou com mais de 600 pessoas, incluindo autoridades e representantes dos patrocinadores do evento, entre eles, Fernando Pimentel, governador de Minas Gerais. A coordenadora geral do evento, Raquel Hallak, destacou a importância do festival dentro do cenário cinematográfico brasileiro: “A Mostra de cinema de Tiradentes avança em seu tempo, constitui-se da audácia e desafio. Dispõe-se a valorizar e promover o cinema produzido no Brasil”.  

Na noite de abertura, foi apresentado ao público a temática desta edição -“Espaços em Conflito”. Esse assunto apresenta relação direta com o cinema de Tonacci e também com toda uma produção histórica e contemporânea do cinema brasileiro. Filmes recentes como “O Som ao Redor” (Kleber Mendonça Filho, 2012) e “Branco Sai Preto Fica” (Adirley Queirós, 2014) voltam a tocar na questão dos espaços em conflito, fazendo-se presente ao longo de toda a história do cinema brasileiro;  enfatizam a modernidade do Cinema Novo e do Cinema Marginal.

Ao receber o troféu, o cineasta André Tonacci afirmou  emocionado: “Vocês não fazem ideia de como é surpreendente receber uma homenagem como essa.” Aos 70 anos, vocês não sabem o que significa isso!”. Depois de ser aplaudido pelo público  de pé, a noite foi encerrada com a apresentação do filme de abertura Serras da Desordem, documentário  dirigido pelo homenageado.

Houve também o lançamento da campanha do Coletivo, #eufaçoaMOSTRA composta por ex-alunos das oficinas de Processos Audiovisuais Cocriativas. São esperadas cerca de 30 mil pessoas durante todo o evento, que reúne um espaço de cultura e entretenimento.

 Neste sábado, 23, a Mostra conta com as exibições dos filmes: “Garoto”, de Julio Bressane, às 15h30, no Cine-Teatro Sesi; às 20h, “Futuro Junho”, de Maria Augusta Ramos, no Cine-Tenda; e às 22h, “Através da Sombra”, de Walter Lima Jr, no Cine-Tenda. Começam a ser exibidos também os curtas, com sessões no Cine-Tenda às 17h (Cena Mineira) e às 18h30 (Panorama I). No Cine BNDES na Praça, “Prova de Coragem”, de Roberto Gervitz, passa às 21h. Ao fim da noite, à 0h40, tem a primeira Sessão Bendita, com “O Diabo Mora Aqui”, de Dante Vescio e Rodrigo Gasparini.

Confira a programação completa clicando aqui.

TEXTO/VAN: FERNANDA ALMEIDA

FOTO: FERNANDA ALMEIDA

Deixe uma resposta