Corpo de Bombeiros registra 21 incêndios domésticos em São João del-Rei e região neste ano

Construções antigas, bastante comuns na cidade de São João del-Rei,
necessitam de prevenções específicas na tentativa de se evitar acidentes e
incêndios domésticos. Em 2012 já foram registrados 21 casos em São João e região,
segundo o Subtenente Wagner Eduardo Jacques, comandante do 2º pelotão do Corpo
de Bombeiros. Em 15 anos de instalação, o Corpo de Bombeiros oferece
atendimento em 14 municípios da região do Campo das Vertentes.

“As estatísticas mostram a redução de acidentes domésticos nos
últimos anos, devido às ações preventivas do Corpo de Bombeiros. Mas ainda
assim, nesse ano de 2012 houveram 224 ocorrências, 106 delas em áreas de
vegetação. E foram registrados 21 incêndios em residência”, conta o comandante
Eduardo.
O Corpo de Bombeiros elabora uma série de instruções para a
prevenção de incêndios e acidentes domésticos, porém quando se trata de áreas
tombadas, como patrimônios históricos, contam também com o apoio do IPHAN – Instituto
de Patrimônio Artístico Nacional. “A norma do Corpo de Bombeiros em relação às
instruções de prevenção é o que prevalece. Mas em qualquer intervenção, em
qualquer área tombada, tem que passar tanto pelo Corpo de Bombeiros, quanto
pelo órgão de proteção ao patrimônio (IPHAN)”, diz José Arthur Botelho, chefe
administrativo do IPHAN de São João del-Rei.
Em 2008 foi regulamentada a lei que estabelece uma instrução
técnica específica para área histórica. Segundo o Comandante Wagner Eduardo,
todas as edificações tombadas pelo patrimônio, foram vistoriadas e orientadas
pelo Corpo de Bombeiros, que após as avaliações passaram aos proprietários.

Atualmente as causas mais presumíveis são: mau uso do gás de
cozinha (GLP), instalação elétrica mal feita e gambiarras, além de velas acesas
sobre materiais combustíveis, sobre carga de energia em um só ponto podendo
haver curto-circuito, e ferro elétrico esquecido ligado. Uma equipe de
militares bombeiros presta palestras em creches, escolas e bairros, a fim de
esclarecer dúvidas e levar conhecimento de instruções como ação preventiva
dentro de casa.

Hoje existe um posto de orientação no UAI – Unidade de Atendimento
Integrado, localizado em cima do terminal rodoviário de São João del-Rei, ponto
mais acessível para a solicitação das medidas preventivas exigida em toda
edificação familiar, com exceção das que estão fora de risco, o que seria no
mínimo um extintor de incêndio, uma luminária e saída de emergência.

      Reportagem e fotos: Rhafaela Resende.

   —
Para copiar e reproduzir qualquer conteúdo da VAN, envie um e-mail para vanufsj@gmail.com, solicitando a reportagem desejada. É simples e gratuito.

Deixe uma resposta