O mercado fitness cresce em São João del-Rei

“Hoje em dia a mídia é o que faz as coisas acontecerem. Eles perceberam o valor de ser atleta, da musculação, da dieta e do treino. O mercado fitness hoje é o que está vendendo mais”, afirma o personal trainner Felipe Franco, durante palestra em São João del – Rei. Em tom de descontração e bom humor, o evento teve como propósito discutir o mercado fitness e seu recente fortalecimento.
Felipe Franco, atleta renomado, é campeão de diversas competições de fisiculturismo, dentre as quais o Arnold Classic Brasil. Segundo ele, além de a mídia exercer papel importante no crescimento do ramo no país, o trabalho e esforço dos atletas tornou possível o reconhecimento atual. Felipe Franco diz que cresceu muito “em relação a nome e atividade do treinamento e em relação a musculação e fisiculturismo” ao longo dos cinco anos de profissão.
O fisiculturista lembra, no entanto, que, mesmo contando com o apoio midiático, “a gente tem que ser mais vendável. Trabalhar mais revistas, colocar mais a galera que treina de verdade, mostrar qual é o esforço, e não colocar só a modinha, que é o que eles querem, que realmente vende para eles”, comenta.
Felipe Franco é otimista em relação ao futuro do esporte no Brasil e acredita na participação cada vez maior de atletas em competições estrangeiras. E as novas tendências, em especial em São João del – Rei, confirmam a maior visibilidade da área. Recentemente foi realizado na cidade o concurso de musa fitness, mostrando o aumento do interesse da população no que diz respeito a cuidados com o corpo. 
Isso pode ser percebido também com o crescimento acentuado de lojas de produtos especializados e academias na região, sendo que cerca de metade destas foram abertas há menos de cinco anos. Dentre os principais fatores para o desenvolvimento acelerado do mercado estão a demanda por uma vida mais saudável – em meio a um cotidiano em que isso é cada vez mais difícil ser alcançado – além de recomendações médicas para prática de atividades físicas e boa alimentação, e por fim, a busca por se enquadrar em um padrão de beleza também exerce forte influência sobre esse crescimento.
O estudante Jorge Luiz (21) tem um histórico de idas e vindas em academias. É aluno de uma academia em São João del – Rei e frequentador assíduo há aproximadamente dois meses. Jorge afirma que busca na academia uma melhoria “na saúde, para evitar futuros contratempos, mas também pela estética”. O estudante atribui o crescimento do mercado fitness à estética principalmente, uma vez que “as pessoas, hoje, estão cada vez mais vaidosas, e perceberam que a academia é um jeito de entrar em forma”. Jorge ainda diz que a academia é algo que pretende levar para a sua vida: “Agora eu quero continuar nesse ritmo pela minha vida toda. E até incentivar meus futuros filhos e netos para seguirem uma vida saudável”, finaliza.
Outro fator que influencia é o aumento do número de cursos de Educação Física, aliado à facilitação de crédito para a abertura de pequenas empresas. Só em São João existem dois cursos na área, um na UFSJ e outro no IPTAN. Com a demanda em alta, os profissionais recém formados veem como alternativa promissora a entrada no mercado, montando suas próprias academias. São os casos da Bio Forma, aberta há cerca de seis meses, e da Elite Academia, com pouco mais de um ano e meio de existência. Embora os cursos existentes na cidade sejam voltados para licenciatura, estes profissionais buscam especialização em pós- graduações relacionadas à área de musculação. 
VAN/Brunno Santos, Cristiano Giovanni
Foto: Arquivo pessoal

Deixe uma resposta