Dia das Crianças pode melhorar vendas no varejo em SJDR


Dia das Crianças pode reaquecer as vendas do varejo que estão em queda
desde junho

No centro
comercial de São João del-Rei, nesta época do ano, destacam-se as vitrines
chamativas e coloridas. Tudo isso para atrair a atenção das crianças que
passeiam com seus pais. É que o comércio são-joanense se prepara para o Dia das
Crianças, no próximo domingo (12).
A terceira
melhor data de venda para o comércio  –
superada apenas pelo Natal e pelo  Dia das
Mães – chega após o primeiro turno das eleições: saem de cena as propagandas
políticas para dar lugar às ofertas e promoções para atrair os pequenos
clientes, que são alvos desta data comercial.
Muitos
presentes são ofertados: brinquedos, roupas e artigos eletrônicos em geral.
Segundo a gerente Jucilene Silva, o setor de brinquedos espera um crescimento
nas vendas em torno de 10% em relação ao mesmo período do ano anterior:
– “Nós
temos um interesse de crescimento anualmente. Mas com a greve dos bancos, houve
uma queda no fluxo de clientes. Agora com o setor bancário normalizado,
esperamos que as vendas se normalizem”.
Clara
Fernandes é gerente de uma loja de telefonia móvel e afirma que “desde a copa,
o comércio sofreu uma queda muito grande”. Para Fernandes, essa data é uma
forma de aquecimento nas vendas no varejo são-joanense:
– “As
vendas caíram muito e estamos ansiosas com o Dia das Crianças, pois hoje eles
querem ter um tablet, um celular e esse é o nosso foco. Temos aparelhos desde
o  mais simples ao mais caro. E
acreditamos que no final do mês teremos uma diferença bem grande”.
Perguntada
sobre a variedade de aparelhos celulares e o maior interesse de crianças por
esses artigos, Jucilene Silva acredita que nessa data os brinquedos sobressaem,
pois toda mãe quer que seu filho cresça brincando:
– “Os
brinquedos estão em primeiro lugar nas vendas. Nessa época os comerciantes do
segmento investem muito, pois os pais não deixam de dar um brinquedo para seus
filhos, mesmo que seja de um custo menor”.
Em
pesquisa realizada pela Federação do Comércio de Bens do estado de Minas Gerais
(Fecomércio MG), 54,8% dos empresários entrevistados estão mais otimistas em
relação ao próximo Dia das Crianças do que no ano passado. Isso porque eles
acreditam que em 2014 as vendas serão melhores do que as praticadas em 2013.
Para esses empresários, que estimam aumento nas vendas, 73,9% esperam uma
elevação de até 20,0% se comparado ao ano anterior. Já para os 15,1% que
esperam vendas piores, 63,1% estimam um recuo de até 20,0%.

Outros
dados interessantes revelados pela pesquisa é que a forma de pagamento mais
utilizada é o cartão de crédito, sendo que os produtos mais procurados são os
brinquedos, seguido dos calçados e vestuário.
No período
de 15 a 18 de setembro de 2014, foram entrevistados 150 lojistas. A margem de
erro da amostra é da ordem de 6,5 pontos percentuais a um intervalo de
confiança de 95%.
Texto:
VAN/Willian Carvalho

Foto: Suellen
Jacques

Deixe uma resposta