Diversão e solidariedade: uma mistura animal

A festa do cão foi criada com o objetivo de arrecadar recursos para o cuidado de animais abandonados

FOTO: Divulgação
FOTO: Divulgação

A 3ª edição da Festa do Cão acontece dia 7 de setembro, no Sitio Três Praias, localizado próximo ao Campus Tancredo de Almeida Neves (Ctan), da Universidade Federal de São João del-Rei, entre o Loteamento Cidade Verde. É uma festa colaborativa, sem fins lucrativos, criada pelos moradores do sítio.

Toda arrecadação será revertida em recursos para os cuidados de animais, a maioria foi abandonada e está à espera de adoção. A programação inicia às 14h e conta com palco livre para intervenções artísticas, exposição de arte, fotografia e artesanato, dez horas de atrações, brechó e feira de adoção.

No momento, o sítio abriga cerca de 17 animais entre cães e gatos. A cantora Isis Ferreira se tornou moradora do local em 2014, mas já conhece o espaço desde de 2009. Ela conta que muitos animais são abandonados por lá. De acordo com a atual moradora, a festa surgiu da necessidade.“Não tinha ideia, tinha demanda. Um monte de animais doentes, fracos, pouca comida e a galera tentando ajudar de alguma maneira. Todas as casas ajudaram. Levantamos o rock em uma semana ”, afirma.

 

Programação

A grade de apresentações da festa está sendo construída de forma colaborativa. Na página do evento no Facebook há chamadas para fotógrafos, músicos, atores e outros profissionais colaborarem de forma gratuita. Até agora, atrações como DJ Jimmy, À Rita e Los Vinillos já foram confirmadas.

De acordo com a cantora Carolina Rocha, que está organizando esta edição, a ideia é reunir artistas de diversas áreas para que a festa tenha muitas atrações. Um dos colaboradores é o pesquisador e produtor artístico Davi Mequetra, que achou a iniciativa fantástica e acredita que a causa é de fundamental importância e precisa ser apoiada. Ele faz parte do Duo Los Vinillos e estará presente na festa discotecando desde grandes clássicos, músicas famosas até músicas pouco conhecidas de outros estilos e linguagens.

Os ingressos serão vendidos a R$10,00 antecipadamente, e a R$15,00 na portaria.

Maiores informações aqui.

Adotar significa cuidar

A cantora Isis ressalta a importância da castração de animais de rua e da consciência daqueles que possuem animais de estimação. Conclui apresentando medidas que poderiam amenizar os casos de abandono. “Pense bem antes de adotar. Adote consciente. A cidade precisa de auxílio mais efetivo da prefeitura para essa conscientização e para a castração dos animais de rua”, avalia.

As cinco liberdades são princípios imprescindíveis para garantir o bem-estar do animal. FOTO: Amigos de Quatro Patas/Divulgação
As cinco liberdades são princípios imprescindíveis para garantir o bem-estar do animal. FOTO: Amigos de Quatro Patas/Divulgação

Fernanda Alves, bolsista do programa de extensão Controle Populacional de Cães de Rua do município de São João del-Rei, Amigos de Quatro Patas, chama a atenção para a super população de cães que vivem pelas ruas da cidade.

Ela relata a importância de esterilizar os cães, não apenas os de rua, mas também os que possuem um lar. Essa ação evita que o número de abandonos aumente e previne doenças nos animais.

A bolsista também dá dicas e reforça alguns conceitos para que quem já adotou ou pretende adotar seja um bom dono e contribua para a saúde e o bem-estar do animal.

“Ao adotar, a pessoa deve pensar bem, pois o animal precisa de cuidados diversos, como vacinação adequada, cuidados veterinários, água sempre disponível, local adequado para ficar, alimentação na frequência certa, deve estar sempre livre de estresses físicos e psicológicos e precisa de atenção. Além disso tudo, um animal de estimação pode viver cerca de 15 anos, e as pessoas não pensam a longo prazo”, afirma.

TEXTO/VAN: Scarlet Freitas

Deixe uma resposta