Dia 13 de julho é comemorado o dia Mundial do Rock. FOTO: Arielfds/Flickr

É sexta, dia de Rock, baby

Histórias de como o rock influencia a vida das pessoas

Dia 13 de julho é comemorado o dia Mundial do Rock. FOTO: Arielfds/Flickr
Dia 13 de julho é comemorado o dia Mundial do Rock. FOTO: Arielfds/Flickr

No Brasil, dia 13 de julho não é uma data qualquer no calendário. É a comemoração mundial do Dia do Rock, estilo musical que, por muito anos, além de contribuir para a cultura musical, foi – e continua sendo – a forma de expressão de jovens (alguns eternos). O mais engraçado é que, apesar da denonimação mundial, é apenas celebrada no Brasil.

A data foi instituída em homenagem ao Live Aid, um evento que aconteceu nos anos 1980 em várias cidades espalhadas pelo globo. O objetivo era arrecadar dinheiro para famílias pobres da Etiópia, que enfrentavam situações muito difíceis, não humanas praticamente. O valor obtido chegou a cerca de R$ 247 milhões.

O fato é que o rock continua sendo muito importante para a maioria das pessoas. Além de eventos realizados como o Live Aid, o estilo favorece a formação do gosto e do caráter de cidadãos. O músico Cleiton Lupe diz que o rock foi o primeiro meio que encontrou para expressar seus sentimentos e que o estilo continha uma energia que o contagiava. Thiago Moreira, professor de Engenharia, afirma que o rock o moldou como pessoa. Recorda que, aos cinco anos, seu presente de natal escolhido foi um LP dos Rolling Stones, pedido bem diferente de seus amigos, que ganharam bicicletas e bonecos de comando. “Eu só queria escutar Stones”, disse.

Mais que um gosto pessoal ou admiração por bandas e músicos, Thiago ressalta os exemplos positivos de artistas do rock. É o caso do vocalista da banda Pearl Jam, Eddie Vedder. “Um homem simples, de bom coração e sensacional como músico ao meu ver. Na última turnê pelo Brasil, doou o cachê para as vítimas da trágedia em Mariana, Minas Gerais”, explica.

 

Pelo rock, loucuras

Estilo de vida, personalidade, profissão, forma de expressar os pensamentos e maneira de se vestir, o rock pode representar tudo isso e mais. Por ele, muitos fazem loucuras. O músico Ricardo Evangelista disse que já foi para um show depois de operar o joelho. “De muleta e tudo mais. Fiquei na grade pulando. (risos)”, lembra feliz.

No dia 26 de outubro de 2012, a banda Fresno tocou no Music Hall, em Belo Horizonte. Ricardo conta que tinha colocado dois pinos no joelho no mês anterior, estava enfaixado e andando de muleta. Chegou no show e conseguiu ser o primeiro da fila em razão do seu estado. Ficou um tempo esperando. Nem os próprios integrantes da Fresno ainda tinham aparecido. Quando chegaram, os seguranças tiraram todo mundo de perto, e como ele estava de muletas, pôde ficar por onde a banda entrou. “Os integrantes passsaram, todos me cumprimentaram e seguiram para o show.”

Assim que as portas foram abertas, conta que entrou correndo, como podia, claro. Foi direto para a grade, onde permaneceu pulando em um pé só durante a apresentação. O músico explica a importância da banda, e o motivo de ter feito tudo isso para assistir ao show.  “Ah, foi a primeira banda pela qual eu realmente tive interesse. Saber como tocavam, conhecer o estilo, os integrantes. Até tenho o símbolo da Fresno tatuado no braço. Eu cresci junto, né! O som vai mudando e a gente também (risos)”, diz.  

Essas são algumas das muitas histórias que mostram a importância do rock para as pessoas.

Rockabilly
Influências inegáveis

Por mais que a data seja comemorada apenas no Brasil, não podemos deixar de falar de uma das mais importantes bandas, aquela que influenciou o mundo todo: The Beatles. Por suas músicas e inovações, os quatro jovens  encantavam, literalmente, muitas pessoas pelas ações que promoviam como forma de protesto. Muitos aderiram às suas causas. Até hoje, podemos ver milhares de fãs de todas as idades e classes sociais.

Eles não foram os únicos que fizeram memória. Nirvana, Bon Jovi, AC/DC, Guns N’ Roses, Pink Floyd, Led Zeppelin são algumas das muitas outras bandas que fizeram e continuam fazendo história no mundo, com suas músicas passadas de geração em geração. We will, we will rock you” (Nós vamos, nós vamos sacudir você), sucesso  da  banda Queen, que não poderia deixar de ser relembrando, porque hoje é dia de Rock, então vamos sacudir, festejar e cantar muito.

 

História tupiniquim 

FOTO: Blog Império Retrô
FOTO: Blog Império Retrô

O rock teve seu início no país nos anos 1950, época em que a bossa nova era predominante, mas estourou realmente nos anos 1970. A Jovem Guarda foi o primeiro movimento do rock brasileiro, que teve bastante sucesso entre os jovens da época.

Com o passar do tempo, diversas bandas foram surgindo e muitas delas fizeram história, como Legião Urbana, Capital Inicial, Titãs, Ultrage a Rigor, Ira!, Barão Vermelho, Sepultura, além de muitos outros nomes.

Atualmente, a característica principal do rock nacional é a pluralidade. Muitas bandas, muitos estilos, mas um elo: rock na veia!

TEXTO/VAN: Isadora Rufo

Deixe uma resposta