Skip to main content
Elizabeth Serra foi a convidada do primeiro dia de Festival. Veja mais fotos clicando aqui: goo.gl/mO2iRX

Elizabeth Serra abre 9ª edição do FELIT

Pedagoga foi a primeira convidada do Festival Literário de São João del Rei e Tiradentes, que discutiu a importância entre educação e literatura em sua abertura

Elizabeth Serra foi a convidada do primeiro dia de Festival. Veja mais fotos clicando aqui: goo.gl/mO2iRX
Elizabeth Serra foi a convidada do primeiro dia de Festival. FOTO: Jederson Rosa/ Veja outras fotos no link: goo.gl/mO2iRX

O Teatro Municipal foi, ontem, 04, palco da abertura solene do 9º Festival de Literatura de São João del Rei e Tiradentes (FELIT). Ruth Rocha, que é a homenageada deste ano, está completando 50 anos de carreira com mais de 130 livros publicados e traduzidos em diversas línguas. Ruth não pôde comparecer, mas deixou uma entrevista que foi exibida na cerimônia.

O evento contou com a presença de Elizabeth Serra, integrante há mais de 20 anos da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), que apresentou a mesa “Literatura e Educação: A conexão possível e necessária” na qual explicitou a importância da literatura para uma formação mais humanística através da educação. Após a mesa, o público foi chamado a contribuir com perguntas para estabelecer o debate.

Durante as discussões, a autora disse que tem boas expectativas para a geração futura: “Como nós temos mais livros e todas as escolas têm livros, tem muito mais crianças lendo do que tinha antes e a esperança é que isso venha a se repetir mais tarde, sem dúvida nenhuma”. Sobre o Festival, declara: “Com a concepção que se tem aqui de não fazer só o evento, mas de fazer um trabalho anterior, envolver os professores, alunos e jovens não é um evento que acontece e todo mundo vai embora; tem uma história onde a literatura está presente e isso é muito importante”.

ASC_1181
Primeiro dia discutiu a importância da literatura e da educação FOTO: Jederson Rosa/ Veja outras fotos no link: goo.gl/mO2iRX

José Eduardo Gonçalves, curador oficial do evento, afirma que o objetivo do FELIT é “sedimentar a leitura nas escolas da cidade ao estimular professores e alunos a pensar, refletir e praticar a leitura de literatura”. Gonçalves apontou ainda o diferencial do Festival e o que se pode esperar dos próximos dias: “Procuramos mesas voltadas para todos os públicos, porque o FELIT, ao contrário de outros festivais, também acontece ao longo do ano com oficinas, práticas diversas de literatura e movimenta a cidade e as escolas. Mas, nos dias do evento, temos mesas temáticas e essas mesas são voltadas para literatura infanto-juvenil, adolescente e adulta”.

Beatriz do Nascimento, estudante do primeiro ano do Ensino Médio do Colégio Nossa Senhora das Dores, participou da Oficina de Formação de Jovens do FELIT – que vai lançar o livro “Papagaios me mordam!” na sexta-feira, 06, e acredita que eventos como esse incitam o contato com a cultura: “esses eventos estimulam muito a leitura – que é muito importante no cotidiano, principalmente para os jovens que estão muito ligados ao celular”.

O Festival continua hoje com a blogueira e autora Bruna Vieira e os autores Reinaldo Moraes e Jacques Fux que apresentarão suas mesas no Teatro do Colégio Nossa Senhora das Dores às 17h e 20h, respectivamente. Confira toda a programação acessando www.felit.com.br/viii-felit/programacao

Público de todas as idades compareceu à abertura FOTO: Jederson Lucas Veja outras fotos no link: goo.gl/mO2iRX
Público de todas as idades compareceu à abertura FOTO: Jederson Rosa/ Veja outras fotos no link: goo.gl/mO2iRX

Veja abaixo o vídeo com a cobertura completa do primeiro dia de evento:

TEXTO/VAN: REBECA OLIVEIRA

FOTOS: JEDERSON ROSA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: