Santa Cruz de Minas recebeu desfile de Natal próximo ao aniversário de emancipação

Em comemoração ao aniversário da cidade, Santa Cruz de Minas inaugura luzes natalinas

Praça de São Sebastião é tomada por muita música e teatro em festividades de Natal

Santa Cruz de Minas recebeu desfile de Natal próximo ao aniversário de emancipação
Santa Cruz de Minas recebeu desfile de Natal próximo ao aniversário de emancipação

A noite da última quarta, 16, em Santa Cruz de Minas, foi mais iluminada. Após o desfile de Natal, organizado pela Prefeitura junto com a comunidade, por uma das principais vias, houve a inauguração da iluminação natalina na Praça São Sebastião. O evento representou o início da semana em festividade aos 20 anos de emancipação do município.

A ideia, que encontra-se na terceira edição, surgiu de uma demanda dos próprios moradores e, também, da escola municipal, já que para assistir a eventos como esse era preciso ir até outras cidades. A prefeita de Santa Cruz de Minas, Sinara Campos, vê na iniciativa “a promoção da cultura local, quando cria uma cultura de valorização da cidade, de identidade e pertencimento. Este é o primeiro passo”.

O desfile saiu do prédio da prefeitura, embalado ao som da Corporação Musical São Sebastião, e atravessou toda a rua Arnóbio Caldeira Franco, trazendo a presença de alunos da Escola Municipal Professora Luzia Ferreira e demais instituições da cidade. Os moradores que acompanhavam o cortejo viram a representação dos ícones de Natal, inclusive, do Papai Noel em seu carro, que acenava para a multidão.

A aposentada Maria do Carmo Lima Ferreira vive há apenas dois anos na cidade, e foi atraída pela movimentação: “Superou as minhas expectativas! Uma praça linda dessa chama a atenção de todos. Está tudo perfeito! Isso faz com que eu sinta que o Natal realmente está próximo!”, declara.

Árvore de Natal com, em média, 10 metros de altura é atração entre as luzes natalinas santa-cruzenses
Árvore de Natal com, em média, 10 metros de altura é atração entre as luzes natalinas santa-cruzenses

Já na praça São Sebastião, após os agradecimentos da prefeita, a tocha, responsável por acender as luzes de Natal, foi conduzida diferente por um homem em perna de pau até as mãos de Sinara. Ela, depois de uma contagem regressiva de todos os presentes, ligou a iluminação. A novidade, feita nos anos anteriores, porém não nessa estatura, é uma árvore de pisca-piscas com, em média, 10 metros: a maior já registrada na região.

O Coral Legal, montada por crianças santa-cruzenses, também se apresentou no palco da festa, cantando cantigas de Natal. As professores responsáveis pelo projeto, Daniela Dantas e Carla Dutra, dizem que “este ano priorizaram mesmo a parte artística, como a banda, o coral e o teatro, colocando o povo da cidade para realizá-los. Um incentivo para a cultura, ampliando os conhecimentos. Santa Cruz é uma cidade pequena, mas existe muita coisa para ser mostrada”, alega.

Para encerrar a noite, o local foi tomado pela apresentação teatral e musical da Companhia Teatro da Pedra e de seus alunos do projeto Arte Por Toda Parte, em um Auto de Natal com direito a muita música popular brasileira, como “Maria Maria” e “Bola de meia, bola de gude”. A encenação do próprio nascimento de Cristo, realizada em interação com os presentes, terminou numa imensa brincadeira de roda.                                                                                                           
Santa Cruz de Minas, o menor município do Brasil, comemora no dia 21 de dezembro, seus 20 anos de emancipação, e o III Natal Real só representou a abertura de toda a comemoração, que acontece até o dia 21. Confira: 

FOTO: Divulgação
FOTO: Divulgação

TEXTO/VAN: GRAZIELA SILVA

FOTOS: PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA CRUZ DE MINAS

Deixe uma resposta