IMG_2941

Escola Suíço Brasileira de São Paulo inclui música em grade curricular e encanta São João del-Rei

Há mais de vinte anos a Escola Suíço Brasileira vem a cidade de São João del-Rei trazendo os alunos do terceiro ano do ensino médio para exibir suas habilidades artísticas musicais.

 

A cidade histórica recebeu nesta semana a Escola Suíço Brasileira. A academia com sede em três cidades do país- São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro- está espalhada pelo mundo sendo, ao todo, vinte sete formadoras da rede. Com a grade curricular mais extensa e imitando o modelo de “high school” norte americano, os alunos da instituição contam com aulas de música e quatro anos de ensino superior, um a mais do que as escolas tradicionais brasileiras. Por conseguinte, a academia proporciona aos estudantes um passeio a São João del-Rei como forma de exibir o trabalho feito pelos professores de música ao longo dos três anos do ensino médio. As apresentações sociais ocorreram na APAE e no Albergue Santo Antônio, ficando por conta da Orquestra Ribeiro Bastos e do Centro Cultural da UFSJ as exibições de teor mais formal.

A tranquilidade da cidade do interior com o acréscimo das atrações e incentivos do município voltados para a música fazem o professor da Escola Suíço Brasileira, André Barreto, trazer os seus alunos há mais de vinte anos em São João del-Rei. “Geralmente, as demais escolas, fazem esse passeio com intuito histórico, nós fazemos um trabalho completamente diferente”, pontua o professor ao relatar o enfoque da academia no setor fotográfico, musical e artístico. Barreto ressalta ainda a riqueza dos artistas sanjoanenses. “Se tem uma cultura de música muito forte na região, as igrejas, o Conservatório com mais de 1000 alunos, duas orquestras e a banda militar”, responde o entrevistado ao ser questionado a respeito da escolha de São João del-Rei para o projeto da Escola. Além disso, a questão monetária é citada pelo professor, que vê no custo de vida da cidade, uma atração para vinda de grandes grupos turísticos como o em questão.

IMG_2930
Alunos da Escola Suíço Brasileira de São Paulo se organizam para iniciar as apresentações.

Ao serem questionados sobre a importância da Música em seu cotidiano e desempenho escolar, os alunos afirmam que ela é essencial para que eles consigam aguentar a rotina intensa de estudos. “Eu espero a semana toda pela aula de música, nela você quebra a rotina de professor e aluno sentado e relaxa um pouco.” conta Isabela Ticianelli, vocalista de uma das bandas. O Guitarrista da outra banda Ian Chalfon completa , dizendo que “É bom poder desligar um pouco desse pensamento racional  e super lógico, que temos nas aulas normais, e poder se expressar se jogando na música”. O outro professor responsável pela música na escola, Alexandre Murashima, declara que “na nossa escola é muito raro ocorrências de indisciplina como brigas.” O entrevistado acredita que isso tem uma relação direta com o prática musical na escola.

Com isso os professores e os estudantes se despedem de mais essa experiência em São João del-Rei, deixando belas apresentações para os que aqui moram. Muitas pessoas que passaram em frente ao Solar da Baronesa se deliciaram com o som, e acabavam entrando ao menos para dar uma rápida conferida. Assim, a cidade também permite, também, a escola levar boas lembranças desses dias aqui passados, onde conseguiram desfrutar da calmaria, boas comidas e muita música. E como afirmou o aluno Ian Chalfon, foram dias nos quais a magnitude dos prédios não os impediu de ver o céu.

 

Texto/VAN: Bárbara Morais e Victoria Souza
Fotos/VAN: Victoria Souza

Deixe uma resposta