Escritora são-tiaguense lança mais um livro de literatura

Lançamento do livro “O Mundo da Gente” em São Tiago.
Recentemente a escritora e
professora Nilza Trindade de Morais Campos lançou mais um livro em tarde de
autógrafos em São Tiago, no espaço “Café com Biscoito na Praça”. Durante o
lançamento houve recitações de poemas e poesias da sua mais nova obra por
familiares e amigos. O evento contou com a ilustre presença de um dos seus
professores do curso de Letras da Faculdade Dom Bosco de São João de São João
del-Rei (atual UFSJ), Prof. Geraldo Tibúrcio de Almeida e Silva.
Em entrevista realizada pela
VAN/UFSJ, ela conta um pouquinho da sua história e do seu amor pela literatura.

VAN/UFSJ: Quando descobriu o desejo em ser escritora?
Teve alguma inspiração/influência? Quem?
Nilza Campos:
Descobri o desejo de ser escritora, a partir do hábito de leitura, de cada obra
lida, inspirando-me não somente nos acontecimentos e personagens mas sobretudo
na forma como o escritor retrata os fatos e faz as devidas colocações no texto,
quer seja em prosa ou em versos. Como sabemos, um livro – ou um texto – para
ser bom, tem que seduzir o leitor, ou seja, despertar no leitor o desejo de
escrever também. Desde sempre, curto Guimarães Rosa, não me atrevendo em dizer
que teria me inspirado nele. É que sempre tive excelentes professores – desde a
Educação Básica até o Curso Superior de Letras – professores altamente
competentes, com os quais procurei sempre aprender, através da admiração por
eles, buscando cultivar a leitura e trabalhar com dedicação as atividades
propostas. 

VAN/UFSJ: Como se dá esse processo de escrita de um
livro, escolha do tema, seleção de ideias… Existe uma preparação? Como? O que
você acha mais difícil na hora de escrever uma obra?
Nilza Campos: O
que acho mais difícil, quando me proponho a escrever um livro – podem até rir –
mas é o lançamento, a apresentação à sociedade, com receio de que a obra não
agrade ao leitor, não seja realmente sedutora nem persuasiva. O processo de
escrita, escolha do tema, seleção de ideias… a gente prepara, de acordo com a
bagagem que carregamos, com as condições preliminares, consultando sempre o
dicionário para enfatizar a colocação das palavras no texto ( é uma
tessitura)  sem muita repetição e falsas
conotações.

VAN/UFSJ: No seu livro último livro lançado no dia 12 de
abril “O Mundo da Gente” fala sobre o quê? Há uma mescla de ideias, lugares,
pessoas e momentos da vida? O que espera despertar nos leitores com essa nova
obra?
Nilza Campos: O
meu livro recém-apresentado – O mundo da gente – fala de situações vividas no
cotidiano, um cotidiano mesclado de ideias, lugares, pessoas e pequenos grandes
momentos… momentos importantes em lugares preferidos. Espero que os leitores
aprendam com esta nova obra que eles são capazes de produzir e retratar também
suas experiências vividas.

VAN/UFSJ: Você está trabalhando em algum livro
atualmente? Tem algum projeto para o futuro?
Nilza Campos: Atualmente,
estou projetando um livro infantil, que não está muito fácil, em virtude dos
processos didáticos a serem observados, tendo em vista o público leitor,
sabendo-se que a obra que não agrada ao adulto não agradaria também ao público
infantil.

VAN/UFSJ: Hoje em dia o que considera necessário para
escrever um livro? Você acredita que qualquer um pode se tornar escritor? O que
você diria para os que almejam escrever um livro? Que dicas você daria a
futuros escritores?
Nilza Campos: Atualmente,
não é tão difícil escrever e publicar um livro… pelo menos não seria
impossível, desde que haja sensibilidade, fé e um grande esforço. Mas, é preciso
acreditar… acreditar no próprio trabalho, identificando-se com ele. Quem quer
escrever um livro precisa caminhar… escrever e selecionar seus textos… e
estabelecer metas. Escrever – O quê? Falar de quê? De quem? Como? Quando? Onde?
E o título? Tem que ser convidativo, às vezes até mesmo ousado, mas que
desperte o interesse do leitor. Se você está almejando escrever um livro, não
hesite: mãos è obra. E…boa sorte!                                        

Livros publicados pela
escritora
Escritora Nilza Campos em lançamento do livro.

Participação em algumas edições com
contos e poemas em sistema de cooperativa (com outros autores) e,
individualmente, publicou: “Uma Vertente
nas Gerais”, “Antes do Amanhecer” e, recentemente, “O Mundo da Gente”.
Texto: VAN/Marcus Santiago
Fotos: Marcus Santiago

Deixe uma resposta