1

Esporte: SJDR pode ganhar recursos com ICMS

São João del-Rei
foi uma das cidades selecionadas para receber o ICMS ESPORTIVO no ano passado.
Esse programa reúne recursos do Estado que serão investidos nos municípios
selecionados. O dinheiro será aplicado em projetos de esporte, visando
beneficiar a população em geral. Para se obter o ICMS, as cidades precisam
enviar para a Secretaria de Estado de Turismo e Esportes (Sestes) toda a
documentação exigida até o próximo dia 20.
Essa é a segunda vez que São João del-Rei
pode ser comtemplada com o benefício. A organização de toda a documentação está
sob responsabilidade da Secretaria de Esportes.
“Nós estamos mobilizando toda a
nossa secretaria e entrando em contato com outras, que também têm projetos de
esporte, buscando documentação em vários setores, tudo porque entendemos que
esse recurso é muito importante para a cidade”, afirmou Cleudes Barbosa,
Secretário de Esportes de São João del-Rei.
Caso os recursos do ICMS cheguem até São
João, a Secretaria de Assistência Social seria diretamente beneficiada com os
projetos realizados pelos Centros de Referência de Assistência Social. A
Secretária Meire Cardoso destacou a importância das oficinas oferecidas pelo
Cras:
– “Nós temos oficinas de zumba, capoeira e
aeróbica. Então, com mais investimentos, sem dúvida nenhuma podemos melhorar
ainda mais o que já é oferecido”.
Os clubes de futebol são-joanenses também
seriam beneficiados com um maior investimento em esporte na cidade. Para o
Presidente do Figueirense Esporte Clube, Éssio Santos, “se os clubes de futebol
conseguirem mais esse recurso, seria um grande passo para o crescimento de
todas as entidades do esporte em São João del-Rei”.
Caso seja aprovada toda a documentação, ainda
não há informações sobre o valor do ICMS que será transferido ao município. Por
conta disso, a Secretaria de Esportes ainda não organizou um planejamento do
que será feito com a verba. “Nossa maior preocupação agora é juntar toda a
documentação possível, pois quanto mais documentos você tem, mais recursos
podem vir para a cidade. Caso consigamos receber o ICMS, a verba só virá em
2016. Portanto, teremos muito tempo ainda para nos organizar”, finalizou
Cleudes Barbosa.

 

Texto: Thobias Vieira

Deixe uma resposta