Falta de policiamento prejudica Athletic na Copa Record

Por falta do policiamento, a bola não rolou entre  Athletic e Coqueirense pela rodada da Copa Record

A falta do comparecimento da Polícia Militar (PM), no estádio Joaquim Portugal, neste domingo (27), impediu a realização da partida entre Athletic e Coqueirense da cidade de Coqueiral, que seria válida pela última rodada da Copa Record de Futebol Amador. Com o cancelamento do jogo a equipe visitante foi declarada vitoriosa e saiu com os três pontos. 

O regulamento da competição exige que o mandante se responsabilize pela segurança, garantindo a presença da polícia militar. “A partida não vai acontecer devido à falta de policiamento, e a equipe de Coqueiral usando o regulamento resolveu não participar do jogo” falou o juiz Rodelci Francisco de Souza. Segundo Cláudio Salomé vice-presidente do Athletic, o clube tomou as devidas providencias e solicitou por meio de oficio a presença da PM, e ainda fez contato momentos antes da partida.

O campeonato 

Mesmo com resultado negativo, o Athletic manteve a primeira colocação em sua chave com 10 pontos e se classificou para quartas de final e enfrentará o Alpinópolis, da cidade de mesmo nome. O confronto será em dois jogos, sendo o decisivo em São João del-Rei. O técnico Paulo Rogério comentou sobre a sequência do torneio: “Nós temos que nos programar de acordo com cada adversário, a nossa postura é a mesma”

O torneio tem a organização da Liga Sulmineira de Futebol e já está na sua 13ª edição. Neste ano contou com a participação, de 10 equipes de diversas cidades do Sul de Minas. O clube são-joanense busca o seu primeiro título na competição. 

Texto:Diego Cabral/ João Henrique
Foto:João Henrique 

Deixe uma resposta