Skip to main content
Feirantes vendem pratos veganos a preços acessíveis - FOTO: Ícaro Chaves

Feira Agroecológica: A importância da boa alimentação

Com a colaboração de produtores locais, são-joanenses podem ter alimentos naturais e manter uma vida saudável

Todos os sábados, na Praça do Coreto em São João Del Rei, acontece a feira agroecológica, com o objetivo de vender alimentos orgânicos para a população e valorizar pequenos produtores locais. Ocorrendo de 8h da manhã até meio dia, a feira vende produtos de verduras, legumes, alimentos integrais e sem glúten, além de outras variedades.

Feirantes vendem pratos veganos a preços acessíveis - FOTO: Ícaro Chaves
Feirantes vendem pratos veganos a preços acessíveis – FOTO: Ícaro Chaves

Para que o produtor tenha a oportunidade de trabalhar na feira, ele é entrevistado e ocorre uma verificação para confirmar se os produtos são realmente livres de agrotóxicos. Um dos entraves deste modo de produção é que por não terem como resultado uma quantidade muito grande de mercadoria, o preço é maior e afasta os consumidores. Além disso, por não ter nenhum conservante, a durabilidade do produto é menor, dificultando o transporte e armazenamento.

O frequentador da feira, Sérgio Farnese, reclama que o local não é o mais adequado, já que ela ocorre em uma praça e os alimentos estão sujeitos à qualquer situação, onde carros, animais e outros fatores circulam. “O local ideal para isso aqui é o mercado municipal, é uma atração turística e as pessoas precisam aprender a ir ao mercado”. A feirante Rosângela de Moraes diz que não foi levantada a possibilidade de mudar o local da feira, principalmente pela divulgação deste. “Aqui é um lugar agradável e é onde tem o movimento da cidade”, relata, considerando a visibilidade da feira.

Valores Orgânicos

O produto orgânico é livre de qualquer substância química que possa ser introduzida na lavoura, sendo adubado então por produtos naturais e feitos pelo próprio produtor. De acordo com uma pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) e o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (IBOPE), a busca por esses alimentos tendem a aumentar e os brasileiros se tornarão mais críticos em relação à alimentação em alguns anos.

De acordo com o consumidor Raphael Nery, está cada vez mais difícil manter uma alimentação saudável, mas que tem buscado esse foco. “Os alimentos que a gente compra em supermercados, os embalados e industrializados, vêm causando muitas doenças na gente”, realçou. Os agrotóxicos, juntamente com outras toxinas que consumimos com os alimentos industrializados, criam substâncias que ao interagir e se acumularem em nosso corpo podem, ao longo do tempo, criar células cancerígenas.

TEXTO/VAN: Ícaro Chaves e Rhayssa Souza

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: