Festa no Cruzeiro marca comemoração ao Dia de Santa Cruz e do Sertanejo

Em determinados lugares, a edificação de cruzeiros são marcados por duas finalidades: a primeira é que, após a construção do mesmo, uma capela seja construída no local; e a segunda é em honra à Santa Cruz. Antigamente, na Praça São Vicente de Paulo, na cidade de São Tiago, existia um cruzeiro, que havia sido construído na década de 40 pelo saudoso Sr. José Rosa dos Santos, com o apoio do Padre José Duque de Siqueira.

A partir desta construção, deu-se início à festa de Santa Cruz. Mais tarde, Monsenhor Eloi deu continuidade à festa, até o ano de 1965. Já comprometido pela ação do tempo, porém, o cruzeiro foi demolido.  Segundo moradores do Bairro Cerrado, as festas de maio eram celebradas com orações à Nossa Senhora e o dia três era dedicado à Santa Cruz, havendo recitações da ladainha, bênção do Santíssimo Sacramento e celebração Eucarística.

O atual cruzeiro do Cerrado foi inaugurado em setembro de 1998, em solene celebração Eucarística presidida pelo Revmo. Padre Lúcio Carlos Vieira, defronte à Capela Nossa Senhora do Rosário.

A Festa de Santa Cruz do Bairro Cerrado, em grande clima festivo, reúne devotos e sertanejos de toda a cidade. O evento é organizado todo ano pela dona Antônia da Percília e sua família. Durante a celebração, há o momento de coroação de Nossa Senhora, seguida de orações, apresentações musicais de violeiros, homenagem a Santa Cruz, às mães e aos pais.

VAN / Marcus Antônio Santiago
Foto: Marcus Antônio Santiago

Deixe uma resposta