Skip to main content
FOTO: Divulgação

Festival garante boa comida e música em Carrancas

A cidade, no Sul de Minas, é foco dos apaixonados por arte e culinária no fim de julho

FOTO: Divulgação
FOTO: Divulgação

Entre os dias 21 a 24 de julho, os amantes da comida típica mineira poderão se deliciar no coração de Carrancas. A Praça Manoel Moreira se transformará em um restaurante ao ar livre por dois chefes e pelas cozinheiras da cidade, diversificando sabores com pratos típicos e variados durante o 6° Festival Gastronômico e Cultural de Carrancas.

Para o presidente da Associação Carranquense dos Empreendedores do Turismo (Acetur), Claudinei Palma Sotta, a cidade tem potencial turístico para além das cachoeiras, motivo pelo qual é sempre lembrada. “Queremos apresentar ao turista uma Carrancas cultural e sua culinária, que é muito forte por aqui”, conta. Dessa forma, a economia é voltada e refletida para os restaurantes, hotéis, pousadas e supermercados da cidade.

A expectativa é que seis mil pessoas passem pela praça, visto que a última edição contou com a participação de paulistas e de mineiros das regiões do Sul de Minas e do Campo das Vertentes. Os preços dos restaurantes devem ser consultados, mas a entrada no Festival é gratuita.

 

O Festival

Pensando em fomentar a economia na época de baixa temporada no turismo, a Acetur criou, em 2010, o Festival Gastronômico e Cultural de Carrancas, que este ano completa seis anos. O evento tem o apoio da Prefeitura de Carrancas, de empresas privadas e do Estado.

De acordo com a Acetur, “vários estabelecimentos trazem os seus pratos principais: Adobe Restaurante, Massafarinha, Massaroca Bistrô, Padaria da Gema, Pizzaria do Betão, Recanto Bar e Restaurante”, cada qual com a sua peculiaridade.

 

Atrações culturais

Toda a festividade será marcada por apresentações culturais, que transitam entre música, congada, teatro e a apresentação da Corporação Musical Nossa Senhora do Carmo, tradicional na cidade. A Banda Baby Liss, de Lavras, se apresenta logo na abertura, dia 21. “Vamos tocar todos os estilos musicais, sendo mpb, rock, sertanejo, axé e, até mesmo, músicas que foram sucesso nos anos 60”, conta o guitarrista Álvaro Vieira Coelho.

 

Texto/VAN: Emanuel Reis

Colaboração: Isadora Rufo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: