Skip to main content
Alvinegro garantiu a classificação com uma rodada de antecedência Foto: César Vassalo

Figueirense goleia Formiga e está na segunda fase da Segundona

Com dois gols de capixaba e um de Lucas Vilela, a equipe garantiu a classificação com uma rodada de antecedência 

Alvinegro garantiu a classificação com uma rodada de antecedência Foto: César Vassalo
Alvinegro garantiu a classificação com uma rodada de antecedência. Foto: César Vassalo

05 de agosto de 2015. Diante de sua torcida no estádio Paulo Campos, o Figueirense amargava um derrota para o Betinense e estacionava nos dois pontos conquistados em nove possíveis. O cenário era péssimo, a situação na tabela pior ainda, muita gente pela cidade já tinha desacreditado na equipe e no projeto que estava no começo. Quem não deixou de confiar foram os jogadores, a diretoria e a comissão técnica, dali em diante foram três jogos com vitórias.

Na tarde desse domingo, o roteiro não poderia ser melhor, um mês depois da última derrota, o “time de guerreiros” provou a todos que não estava a passeio, e novamente diante da sua torcida, agora no Estádio Ely Araújo, goleou por 3 a 0 a equipe do Formiga, que até então não tinha perdido na competição. O resultado garantiu a classificação antecipada para a próxima fase, além da liderança definitiva do até então chamado “grupo da morte”.

O Jogo

Que o jogo desse domingo seria movimentado todo mundo sabia: Em campo estavam líder e vice-líder do grupo mais disputado na competição, equipes que no primeiro turno fizeram um jogo muito equilibrado que terminou em 1 a 1. Nas arquibancadas, a torcida estava de volta e mais animada do que nunca.  O que ninguém esperava é que os gols sairiam tão rápido. Logo aos 8 minutos o vibrante lateral direito Careca fez uma belíssima jogada, foi ao fundo e cruzou para o atacante Capixaba abrir o placar para o Figueirense e levar ao delírio a torcida.

Dois minutos depois, o tigrão mostrou suas garras novamente. Após boa trama de ataque, Capixaba teve que bater duas vezes para anotar o seu segundo gol na partida. O experiente atacante, também merece um capítulo mais do que especial na história da classificação do Figueirense, já que mesmo sem fazer gols e em má fase nas primeiras partidas, soube crescer nos momentos decisivos e foi peça fundamental para a reação da equipe na competição.

Após marcar duas vezes de forma avassaladora a equipe do Figueirense continuou ditando seu ritmo e manteve a partida em seu controle, superando até algumas jogadas mais violentas dos visitantes que abusaram das faltas na primeira etapa.

Na volta do intervalo, o técnico do Formiga Gerson Evaristo fez duas mexidas, que deram mais volume de jogo e consistência para a sua equipe.  Mas não tinha jeito, a tarde era mesmo do Figueira. Aos 16 minutos o lateral esquerdo Adriano bateu falta que foi na trave do goleiro Cristiano, mas no rebote o jovem meia-atacante Lucas Vilela não perdoou e bateu firme para aumentar a vantagem da equipe alvinegra.

Esse foi o segundo gol do jogador em dois jogos com a camisa do Figueirense. Vilela destacou que a união da equipe é um fator determinante para as boas exibições como a desse domingo: “Cheguei agora e já fui muito bem recebido, nosso grupo é uma família e se Deus quiser vamos chegar longe nesse Campeonato Mineiro”.

Com o gol, os visitantes ficaram nervosos em campo e aos 30 minutos o atacante Lucas Hulk recebeu o segundo cartão e foi expulso de campo. Após a partida o jogador lamentou a derrota: “Hoje a gente não foi feliz, mas apesar disso ainda estamos na briga pela classificação, enquanto tiver chance precisamos acreditar. Hoje eles foram muito felizes, quando nossa equipe conseguiu colocar a bola no chão já estava 2 a 0”

Com o placar construído e a classificação garantida o técnico Luís Henrique fez a festa da torcida mais a uma vez e deu contornos ainda mais emocionantes à partida ao promover a entrada do meio campista são-joanense Beto, que ficou afastado dos gramados mais de um mês devido a uma lesão na fíbula. Mais feliz que a torcida só o jogador que não escondia o sorriso por voltar.

Mas o melhor capítulo de toda a história do Figueirense nessa primeira fase ficou para o final. Quando o árbitro Gabriel Murta apitou o final da partida o que se viu foi muita emoção. Nas arquibancadas a torcida deu um show à parte, cantando muito. E no campo os jogadores se abraçaram e comemoraram demais a classificação, algumas pessoas ligadas ao clube chegaram até a se emocionar.

Quem definiu toda essa emoção e enalteceu o trabalho foi o técnico da equipe: “Esse grupo foi escolhido a dedo. É uma equipe unida que trabalha e sofre junto e isso tudo aqui, essa emoção é fruto disso e do nosso trabalho do dia a dia”.

Hexagonal 

Tigre classificou em primeiro do grupo B
Tigre tornou-se líder do grupo B

Apesar da classificação garantida, o Figueirense volta a campo contra o Democrata no próximo final de semana ainda pela primeira fase. Para a partida, a equipe vem desfalcada de Renan, Adriano e Reginaldo, que tomaram o segundo amarelo e cumprem suspensão automática. Na próxima fase, o desafio promete ser ainda mais difícil, já que o Figueirense enfrenta os primeiros colocados dos outros grupos. Além da equipe de São João del-Rei, Uberaba, Nacional e Valério Doce já tem vaga garantida e aguardam os outros adversários que serão conhecidos no próximo final de semana.

TEXTO/VAN: JOÃO HENRIQUE CASTRO

FOTO: CÉSAR VASSALO

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: