Final de ano aquece a economia de Andrelândia

Com a chegada do mês de dezembro, a data mais esperada é o natal, época
de luz e de compras, o que faz do período ainda mais importante para os
comerciantes. Para a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) as
vendas referentes ao período do natal devem crescer cerca de 4% em 2012. Esta
expectativa deve se confirmar em Andrelândia, cidade que recebe um grande
número de pessoas para as festas de final de ano.
Neste período, a economia andrelandense se altera. Uma maior movimentação
nos comércios locais, abertura de novas lojas e a chegada de turistas fazem com
que a economia da cidade apresente mudanças positivas.  Visando o aumento nas vendas, muitas pessoas vêem
nesta época a melhor ocasião para abertura de comércios. Maria Aparecida,
proprietária da loja Minina Bunita, inaugurada neste mês, conta que a loja era
um sonho e não viu melhor ocasião para inaugurá-la, especialmente pelo tipo de
mercadoria voltado para presentes e acessórios: “Foi correria, mas valeu a pena”.
Já para Ricardo Altencir, proprietário da padaria Monte Cristo, a chegada dos
turistas para as festas e as férias ajuda no crescimento das vendas: “A partir
do dia 20 as vendas começam a crescer mais, o trabalho é em família e a equipe
já esta formada para atender os clientes”.
Horário comercial em Andrelândia
Segundo a Associação Comercial de
Andrelândia, os comércios não possuem um horário especial definido para o mês
de dezembro. Na primeira quinzena é normal o horário de funcionamento aumentar
em uma hora, se estendendo mais a partir da segunda quinzena, chegando a
registrar alguns estabelecimentos que ficam em funcionamento até às 22h.
A movimentação de final de ano altera também a vida na cidade: nesta
época pessoas de diversas localidades se dirigem para Andrelândia com o intuito
de rever a família, os amigos e em busca de diversão e descanso. Rafael Novato,
morador da cidade de São Paulo, revela a importância em viajar até Andrelândia:
“Aí estão minhas raízes, sempre tenho que
respirar esse ar de tranquilidade e simplicidade que só Andrelândia tem”.
Ednaldo Carlos Fonseca, recepcionista de um hotel da cidade, ressalta a
importância dos turistas: “Muitas pessoas procuram Andrelândia mesmo sem terem
parentes aqui, porque gostam da nossa cidade. Eles movimentam a economia da
cidade, o trabalho dobra, mas é gratificante”.
Reportagem e foto: Caroline Araújo.
Para copiar e reproduzir qualquer conteúdo da VAN, envie um e-mail para vanufsj@gmail.com, solicitando a reportagem desejada. É simples e gratuito.

Deixe uma resposta