Foto Compartilhada por Elton Belo Reis mostra a Av. XV de Novembro em 1910 - Foto - Acervo BarbarasCenas

Grupo no Facebook resgata a história de Barbacena através de fotos

O grupo BarbarasCenas já conta com 2.700 membros que compartilham fotos da cidade

Foto Compartilhada por Elton Belo Reis mostra a Av. XV de Novembro em 1910 - Foto - Acervo BarbarasCenas
Foto Compartilhada por Elton Belo Reis mostra a Av. XV de Novembro em 1910 – Foto – Acervo BarbarasCenas

Barbacena foi uma das cidades mais importantes do Caminho Novo e serviu de palco para alguns acontecimentos históricos. Com o objetivo de resgatar a história da cidade por meio de fotos e inspirada por grupos similares, a historiadora e fundadora do Arquivo Histórico Municipal Professor Altair Savassi (AHMPAS), Edna Resende, criou, em 2013, o grupo BarbarasCenas, que hoje conta com mais de 2.700 membros.

O nome é um trocadilho inspirado na expressão usada pelo intelectual do século XIX Pe. Correia de Almeida para explicar a denominação dada ao antigo Arraial da Igreja Nova, atual Barbacena. “Acho que o nome é bastante apropriado, na medida que espera-se que visitantes e integrantes do grupo encantem-se com a paisagem, as pessoas, o casario, enfim, com a história de Barbacena”, explica Edna.

Ao poucos, o grupo foi ganhando popularidade. Elton Belo Reis é um dos membros mais ativos do BarbarasCenas. Ele sempre se interessou pela história de sua cidade natal, o que levou seus amigos a adicioná-lo no grupo. Elton, que começou a postar fotos antigas na sua página pessoal da rede social, considera o BarbarasCenas quase um local de encontro. Mais do que isso, o grupo possibilita a formação de um acervo público, uma vez que todos os interessados pela história da cidade têm um lugar comum para postagem das fotos.

 

Henrique Sérgio Discacciati mora fora de Barbacena há 50 anos e vê no grupo uma possibilidade de se conectar com sua cidade natal. “Sou um barbacenense que procura sempre enaltecer minha querida cidade. Por isso e por tentar colaborar com fotos e informações históricas e apreender também com os participantes, decidi aderir ao BarbarasCenas, que contribui para o resgate de nossas imagens e fatos do passado glorioso de Barbacena”, explica .

As fotos são o tipo de publicação mais frequente e mais popular do BarbarasCenas, porém, alguns membros também compartilham textos, biografias e partes de periódicos. Tudo isso contribui com a complementação do acervo histórico da cidade, que pode ser usado tanto pelo Arquivo Histórico Municipal quanto pelo público geral.

Uma das vantagens do BarbarasCenas é que o grupo é capaz de reunir, através das postagens dos membros, materiais que jamais seriam recolhidos pelos órgãos públicos de guarda de memória, como o AHMPAS. “Espera-se que sejam compartilhadas com o grupo fotos diversas, que retratem não apenas a arquitetura e a paisagem, mas, principalmente, as pessoas, conhecidas e anônimas, pois, afinal, a história é feita por todos”, explica Edna Resende.

 

TEXTO/VAN: Ana Resende Quadros

 

Deixe uma resposta