01_Post_Geral

Hemocentro de São João del-Rei tem número insuficiente de doações

Segundo representante, número mensal de doações sanguíneas não alcança a meta regional

01_Post_Geral

O Hemocentro de São João del-Rei enfrenta uma defasagem em relação ao número de doações; faltam bolsas de sangue tipo O positivo e O negativo. Segundo a captadora da insituição pública, Elisabete Santos, o fechamento mensal gira em torno de 500-540 bolsas, quando o ideal seria ultrapassar 600 doações.

De acordo com os parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS),  a quantidade ideal de doações corresponde a 1% e 3%  do número de habitantes do país, isso durante um ano.  O Brasil atinge esse valor. Segundo o último levantamento fornecido pelo Ministério da Saúde, são coletados em torno de 3,6 milhões de bolsas, o que corresponde a 1,8% da população de mais de 200 milhões de habitantes.

O vendedor Michael Oliveira é doador em São João del-Rei desde 2013. Ele começou a doar quando uma pessoa próxima esteve em uma situação de risco. “Sempre quis doar por saber que, de alguma forma, eu poderia estar salvando a vida de alguém”, contou.

O sangue doado é separado em diferentes componentes: hemácias, plaquetas, plasma, por exemplo. Dessa maneira,  mais de um paciente é beneficiado com apenas uma unidade coletada.

 

Doação

02_Post_Doador

As pessoas aptas para doação devem ter entre 16 e 69 anos, pesar no mínimo 50 quilos, estar fora do grupo de risco de doenças transmissíveis pelo sangue. Mulheres grávidas ou amamentando, homens que mantiveram relaxões sexuais com outros homens em menos de 12 meses, pessoas que colocaram piercing ou fizeram tatuagem dentro do período de 12 meses não estão aptas.

Para doar, é necessário que o candidato efetue um cadastro – para isso deve levar documentação de identificação, e faça um teste rápido de anemia, como também verificação de sinais vitais. Após uma triagem clínica, acontece a coleta do sangue, que corresponde a cerca de 450 ml.  Em seguida, é fornecido um lanche ao doador.

O sangue doado é testado para: hepatite B e C, HIV, HTLV I e II, Chagas e Sífilis, sendo de direito do doador ter conhecimento do resultado.

A doação em São João del-Rei acontece de segunda a sexta-feira, entre 7h30 e 11h30, podendo ser agendada por telefone no número 155 ou online.

Para mais informações, acesse o site do Hemominas.

 

Texto/VAN: Lucas Comine

Deixe uma resposta