Hildebrando Teixeira 60 anos de amor e dedicação ao futuro dos piedadenses

Di Ribeiro
Foto: Rui Ernani
No último dia 28, a cidade de Piedade do Rio Grande esteve em festa com a comemoração dos 60 anos da Escola Municipal Hildebrando Teixeira. O evento foi marcado por reencontros de velhos amigos e homenagens aos professores, servidores e alunos da instituição.
Durante seus 60 anos de existência, a escola foi palco de muitas transformações, tanto em sua estrutura física quanto na vida de alunos e funcionários. As dificuldades encontradas no caminho dessa história foram superadas com a união de uma comunidade que via e ainda vê a importância da educação.
A diretora da escola, Eliane do Socorro Silva, disse estar muito feliz com o resultado do trabalho, sempre realizado em equipe. “O evento só deu certo por causa do amor e da dedicação que todos os funcionários depositaram nesta comemoração”, avaliou a diretora. 
Foto: Rui Ernani
Estiveram presentes, comemorando e prestigiando o evento, vários ex-alunos e ex-funcionários da escola. “Essa instituição, ao longo de seus 60 anos, vem brilhantemente propiciando a liberdade do povo piedadense, dando aos seus alunos uma formação básica, formando o alicerce para voos mais altos e sequência em seus estudos. Este é um evento muito importante porque resgata a memória e a história do nosso povo. Tenho imenso orgulho de ter feito parte desse seleto quadro de alunos e professores dessa escola”, declarou Mauro Fernandes do Vale, prefeito de Piedade do Rio Grande.
Os 60 anos da escola emocionaram também ex-alunos que, mesmo naturais de outras cidades, passaram boa parte da juventude por lá. A ex-aluna Maria Célia de Alcântara Dias “Celinha”, como é chamada pelos amigos, veio de Barbacena para prestigiar o evento. “Quando cheguei para essa homenagem, temia me emocionar, mas não pude imaginar que seria tanto, porque tão logo eu cheguei me deparando com essa nova estrutura, eu voltei à minha infância e o melhor que tive da minha vida. Foi graças ao que aprendi aqui, aos esforços dos meus primeiros professores, eu devo a eles a escolha da minha profissão”, contou.
Também esteve presente na ocasião o Sr. Darinho de Andrade, filho do próprio Hildebrando Teixeira. Vindo de Sete Lagoas especialmente para o evento, Darinho fez questão de ressaltar sua felicidade por poder rever parentes e conhecidos. “Quando a banda tocou o hino da escola, meu coração doeu”, disse, emocionado. 
Foto: Rui Ernani

Deixe uma resposta