Última edição contou com grande público. Foto: Amigos de Quatro Patas

II Cãominhada conscientiza população sobre cães abandonados

2ª edição do evento promete divulgar a necessidade dos cuidados com os animais

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Acontece, no próximo dia 7, a segunda edição da Cãominhada, que é realizada pelo projeto Amigos de Quatro Patas. A passeata, que sai às 9h30 de frente do Supermercado Sales, na Avenida Leite de Castro e termina em frente ao Coreto, na Avenida Presidente Tancredo Neves, tem como objetivo a conscientização acerca do abandono, da guarda responsável e da esterilização de cães de rua.

Na ação, serão distribuídos panfletos, placas e banners ao longo do percurso para os participantes, que estarão acompanhados de seus cães.

Fernanda Alves, bolsista do programa responsável pelo evento, destaca a necessidade de informação da população acerca dos cuidados dos cães: “O programa de extensão existe desde 2011 e tem como principal objetivo a esterilização de cães de rua, acompanhado das campanhas de conscientização. Contamos com o apoio do Clube do Vira-Latas que nos ajuda com lares temporários para os cães castrados e no resgate de alguns cães que passarão pelo procedimento”.

É a segunda vez que Izabel Vale participa da Cãominhada, com sua cachorrinha Fanny: “A Cãominhada além de ser uma excelente oportunidade para a confraternização dos cães e seus donos, é uma iniciativa que dá visibilidade ao projeto Amigo de Quatro Patas. Fanny também foi adotada, há nove anos, por isso apoiamos e estaremos presentes na segunda Cãominhada, que certamente será tão bem organizada como a primeira”.

O universitário Pablo Dias também confirmou presença e levará a Soneca, cachorrinha de estimação que está há dois anos em sua república. Ele alega faltar esse tipo de evento em São João del-Rei, por ser uma ótima oportunidade de interação.

Além de contribuir para uma melhor qualidade de vida dos cães, a adoção alavanca a saúde pública, uma vez que os cachorros transmitem diversas zoonoses por perderem vacinações e vermifugações quando são abandonados. Além da conscientização proposta pela II Cãominhada, o veterinário Cláudio dos Santos Piedade destaca a importância das campanhas de castração:

“A quantidade de cachorros na rua é sazonal, quando são feitas as campanhas de castração, o número de cães abandonados dá uma diminuída nos anos seguintes. Quando se perde essa rotina de castração, é notável que esse número volte a crescer”. O médico ainda ressalta que falta uma campanha pública para a cidade nesse âmbito, já que ela é realizada, basicamente, por organizações e empresas particulares.

Clique aqui e saiba mais sobre o evento.

TEXTO/VAN: MARIANA RIBEIRO

FOTO: DIVULGAÇÃO

Deixe uma resposta