1

Inauguração de ONG homenageia mulheres

 

No dia internacional da mulher foi inaugurada, no bairro
Bom Pastor uma ONG voltada para a Promoção da Cidadania e Defesa dos Direitos
Humanos. Segundo Carlos Bem, idealizador da iniciativa não governamental, a
escolha do dia para a inauguração teve como objetivo destacar a discriminação e
a violência contra as mulheres como marcas presentes na sociedade local.
O evento também prestigiou todas as mulheres, mas
principalmente aquelas que, de alguma forma, já ajudaram e realizaram ações
diretas na sociedade, com a entrega de homenagens e comentários sobre seus
feitos. Houve também a entrega de certificados aos moradores que participaram
de cursos já ocorridos no salão da associação, além de medição de pressão
arterial dos membros da comunidade e área de lazer para as crianças.
O projeto conta com a parceria da Associação de Donas de
Casa, já fixada no local, e pretende, de acordo com Bem, unir a ajuda de
voluntários para atender a comunidade, não se limitando ao bairro, mas
destinado a toda a cidade e redondezas.Para a presidente da Associação das
Donas de Casa, Ângela Trindade, a ligação das duas ONGs,  é fator importante e animador para todos. Com
o crescimento da população, é preciso o aumento das lutas e de todo o trabalho
voluntário feito para a sociedade, ressaltou Trindade. Ilma Rodrigues, agente
penitenciária, completou sobre a iniciativa:
– “Eu acho que deveria ter outros trabalhos como esse na
cidade. O índice de criminalidade iria baixar muito, por acolher a comunidade e
as pessoas que precisam.”.
A ideia do projeto, segundo Bem, é voltada para alguns
grupos mais vulneráveis da sociedade: idosos, mulheres, crianças e
adolescentes, principalmente negros; comunidade LGBT, portadores de
necessidades especiais e soropositivos (portadores de HIV). A metodologia da
organização contará não somente com as oficinas, mas também serão inseridos
textos com instruções sobre os direitos e a autonomia do cidadão, lembrou o
criador.
“Nós vamos ter um núcleo jurídico, psicológico e de
assistência social para que, caso algum grupo dessa população sofra violação
dos direitos, nós tenhamos aqui um atendimento mais rápido para que possamos
proteger essas pessoas”, completou Bem a respeito dos trabalhos da ONG.
A inauguração da nova ONG contou com a presença do
Deputado Estadual e Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia
Legislativa, Cristiano Silveira; o Senador e Presidente da Comissão de Direitos
Humanos da Câmara Municipal de São João del-Rei, Fábio da Silva; e o
representante do prefeito Helvécio Reis, Leonardo Silveira, secretário de
governo da prefeitura da cidade. Em discurso, o deputado Silveira elogiou as
iniciativas da comunidade, lembrando que o bairro Bom Pastor tem sido
referência para bons projetos sociais.
O projeto funcionará todos os dias da semana, de 18h às
22h e contará, a princípio, com cursos de edição de vídeos e fotografias,
informática direcionada para as donas de casa, instrução para atendimento no
comércio e oficina de “decoupage”, relacionada às artes decorativas.
Haverá também coral infantil e adulto, contação de histórias e teatro para
crianças, aulas de flauta e capoeira, cursos para as adolescentes relacionados
à beleza e moda. Quinzenalmente, serão exibidos filmes no salão comunitário.
Todas as sextas, na parte da tarde, será oferecida assessoria jurídica gratuita
para orientação e encaminhamento da comunidade, além de assistência social para
acompanhar os moradores e o atendimento psicológico.
Texto: Vanessa Vicente

 

Foto: Vanessa Vicente

Deixe uma resposta