Skip to main content
1

Jovens talentos de SJDR são destaque no futebol nacional

Mesmo
antes de completarem 18 anos, dois zagueiros são-joanenses vêm chamando atenção
dos olheiros no mundo da bola. João Pedro e Canela disputaram a Copa do Brasil
sub-17 pelo Boa Esporte Clube, da cidade de Varginha; o convite foi realizado
devido ao destaque no Sulmineiro (tradicional torneio de base). O último também
foi titular no time Campeão Amador 2014 pelo Athletic, clube onde os jovens
atuam desde criança. Outro fator marcante na breve carreira dos meninos foi a
importante passagem pelo Atlético MG, quando saíram com apenas 13 anos das
canteiras do Galo da Terra dos Sinos.
“No
Galo fiquei apenas um ano e dois meses, mas nesse tempo aprendi muitas coisas.
Pude aprimorar todos os ensinamentos básicos que tive no Athletic e pude
aparecer mais. Passei por experiências novas, campeonatos novos. A estrutura
era impecável, a melhor do Brasil. Aquela rotina de treinos fazia com que minha
vontade de se tornar jogador só aumentasse. Uma experiência que vou levar pelo
resto da vida”, contou o zagueiro João Pedro.
Apesar
de ter sido eliminado na primeira fase da Copa do Brasil pelo Vasco da Gama, o
Boa abriu as portas para os garotos, graças ao efetivo trabalho desenvolvido
pelo Athletic. Desde novos, os meninos passam por profissionais gabaritados,
como é o caso do treinador Tiaguinho, que é uma espécie de “Papa Títulos” e
também um estudioso do futebol, que conta com cursos até da CBF.
O
jovem comandante comentou o estilo de jogo dos zagueiros:

“Joao Pedro é mais técnico. Bom em bolas altas e tem um excelente
posicionamento. Já o Canela tem muita explosão, boa recuperação. Muito forte no
um contra um e é diferenciado por ser canhoto”.
Com
uma estrutura de profissional, o Athletic consegue atrair jogadores de todos os
bairros de São João del-Rei. Isso graças ao trabalho de mais de um século de
profissionalismo, que vem se aprimorando a cada administração.
“Planejamento
que não começou nessa administração. Começou desde a administração do Leandro
Bini, que a gente passou a trabalhar com os meninos criados dentro do próprio
Athletic. Não só no campo, mas também no futsal, porque existe um
relacionamento bom entre a quadra e o campo, revelou Cláudio Gonçalves,
Presidente do Athletic, ciente da capacidade dos meninos”.
Texto:
Diego Cabral
Foto: Arquivo pessoal

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: