Skip to main content

Jubileu de Santa Rita celebra 160 anos de fundação da paróquia de Ritápolis

Procissão motorizada com a imagem de Santa rita pelas ruas da cidade.

A Festa de Santa Rita de Cássia de Ritápolis – MG tem início no dia 13  e encerramento em 22 de maio, dia dedicado à Santa das Causas Impossíveis, como também é conhecida. Este ano – com o tema “Paróquia, torna-te o que tu és” –  comemora-se, ao mesmo tempo, os 160 anos da fundação da paróquia que leva o nome da santa, o que “reacende a alegria do recomeço. Toda data exata exprime o reinício dos fatos; celebrar os 160 anos de Evangelização junto com o Jubileu quer nos dizer que a vida paroquial, tema proposto, deve caminhar mantendo as origens da devoção, as raízes da fé inspiradas na vida da Santa e a alegria de sermos uma porção do povo de Deus”, explica o pároco Pe. Nélio José dos Santos.

Apesar da cidade de Ritápolis ter apenas 51 anos de emancipação política, a paróquia foi fundada muito antes, no ano de 1854, tendo como seu primeiro vigário o Pe. Crispiniano Antônio de Souza. Desde a fundação da paróquia, possui como festa tradicional a Festa de Santa Rita, que atualmente chega a receber  mais que o dobro do número de habitantes da pequena cidade, ao longo dos 10 dias de festa. “Fazemos um cálculo por alto através das comunhões que acontecem nas vinte e cinco missas desse período e do número de bandeirinhas distribuídas durante a Procissão luminosa no dia 22 de maio. Através dessas observações, chegamos a um número entre 10 e 12 mil pessoas”, afirma Otávio Augusto de Oliveira Vieira, coordenador-geral do Jubileu de Santa Rita de Cássia deste ano e um dos organizadores há 12 anos. 

Isto se deve tanto à devoção pela santa quanto aos próprios voluntários que organizam a festa, que todo ano a preparam com empenho e buscam surpreender os visitantes. “O Jubileu de Santa Rita de Cássia é um momento muito forte em nossa cidade e diocese. Nossa missão é acolher a todos muito bem. Os que vêm de perto ou de longe serão muito bem vindos à nossa cidade e Santuário, sempre levando a devoção à Santa Rita a outras pessoas”, afirma Daniel Santos, sacristão do Santuário de Ritápolis.

O coordenador-geral do evento Otávio Augusto afirma ainda que a paróquia está sempre aberta a novas pessoas que queiram trabalhar no Jubileu e avisa aos que desejam carregar o andor da santa no dia 22 que deverão fazer um rápido cadastro na Secretaria Paroquial.

O jubileu deste ano terá missa seguida de novena nos horários de costume, às 15h e às 19 h, do dia 13 a 21 de maio, sendo as missas das 15h transmitidas ao vivo pela Rádio Sol FM 98.7 durante todos os dias da novena. Cada missa e novena contará com a participação de movimentos da própria paróquia e de outras paróquias da região, com subtemas para reflexão do dia ligados ao tema principal da festa deste ano. Entre o intervalo de uma missa e outra, o Santuário estará aberto para visitação livre. A procissão motorizada será realizada no dia 18 de maio, com paradas para as tradicionais bênçãos com a relíquia de Santa Rita. No dia dedicado à santa, haverá uma programação especial: vigília à meia-noite, alvorada festiva com toques de sinos às 6 horas da manhã e sete missas ao longo do dia, sendo a última às 18 horas, seguida da procissão luminosa, conforme o programa da festa disponível no site da Diocese de São João del Rei. A festa ainda contará com shows nos dias 21 e 22 de maio.

Texto: VAN/Déborah Vieira
Foto: Déborah Vieira

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: