Festival Vinho & Jazz. FOTO- Divulgação

Largo das Forras é cenário do 4º festival de Vinho & Jazz

Evento acontece em Tiradentes e traz como novidade degustação de cerveja e chopp.

A quarta edição do Tiradentes Vinho & Jazz festival terá novidades. O cenário é o romântico Largo das Forras. O festival inova com a inclusão de cervejas e chopp na degustação. O público pode, ainda, apreciar diversos shows que estão programados para o período do evento, de 2 a 4 de junho.

O local ficará repleto de estandes que serão recheados pelos produtores de vinho, possibilitando que os visitantes façam uma verdadeira volta ao mundo ao experimentar os vinhos de cada país. Além disso, pequenos produtores não ficarão de fora e terão a oportunidade de divulgar suas criações e, quem sabe, até mesmo encontrar um incentivo para se profissionalizarem no setor.

O título conquistado por Tiradentes de cidade do interior mais gastronômica do Brasil não poderia ficar de fora. Os restaurantes selecionados para participar da data personalizam seus cardápios a fim de fornecer a melhor combinação entre frio, comida e vinho para o público. A VAN entrou em contato com a produtora do evento Nina Capel que nos concedeu uma entrevista exclusiva contando que “o evento foi sucesso desde sua 1ª edição, infelizmente ano passado não conseguimos realizá-lo, mas este ano contamos com o patrocínio da Classe A, Backer e Premium, além de outros parceiros.”

Além disso, fez questão de nos informar o valor médio cobrado pela degustação dos produtos oferecidos, mas deixando claro a gratuidade do ingresso no evento. “Para as degustações serão comercializadas cartelas em três categorias com direito a cinco degustações que podem ser utilizadas em qualquer estande. As categorias possuem valores distintos de acordo com qualidade, são elas: Premium – R$ 35,00 – Super Premium – 50,00 e Golden – 65,00”, explica.

Ademais, o evento conta com loja oficial capaz de atender aos mais variados paladares do público. Já a programação musical ficou por conta dos dias 02 e 03 de Junho (sexta e sábado). Soul do Blues é responsável por abrir o festival às 19 horas. A banda é influenciada pela geração do blues das décadas de 70 e 80 também pelo soul nos anos 80 e 90 e sobretudo tem como objetivo trazer suas origens musicais para um cenário atual da música, agregando aos arranjos interpretações diferenciadas e uma “roupagem” nova. Mais tarde, às 22 horas, a banda One Million Blue$ Band, quarteto de Blues/R&B sobe ao palco, e é formada por músicos com trajetórias marcadas por experiências em blues e jazz. No dia seguinte, a noite começa mais cedo, às 17 horas com Ian Guest, precursor no Brasil do ensino da música popular. Às 19 horas, Nana Martins toma a responsabilidade de encantar o público com o seu gosto pela música e poetas nacionais e Sate of blues encerra a noite levando a plateia a uma viagem pelo blues-rock na pegada carioca.

TEXTO/VAN: Bárbara Morais e Victória Souza

Deixe uma resposta