Lotérica é alvo do segundo assalto em menos de um mês

“Chamaram a polícia, mas não estavam presentes, como da outra vez. A polícia nunca está por perto. É óbvio que tem gente ajudando esses bandidos, avisando a hora certa”, relata uma testemunha, que prefere não ser identificada. O assalto a uma lotérica de Conceição da Barra de Minas ocorreu hoje (18) pela manhã e já é o segundo só no mês de dezembro. A localidade, até então conhecida pela segurança e tranquilidade, vive momentos de tensão.
Testemunhas alegam que um motoqueiro desconhecido rondava pela cidade horas antes, tendo sido visto por um comerciante que se encontrava próximo à lotérica no momento da abordagem. 
O caso tem gerado especulações pela estreita relação com o roubo do último dia 4 do mesmo estabelecimento. De acordo com moradores, ambos se deram exatamente às 11h20 – horário de grande movimento -, também em uma quarta-feira – quando são realizados os pagamentos – e nas duas vezes a polícia local foi imediatamente acionada, mas nenhuma unidade se encontrava na cidade.
No dia 4, funcionários foram agredidos e tiros foram ouvidos, porém a ação realizada hoje foi rápida e não houve feridos, segundo as testemunhas. Com cerca de 4 mil habitantes, Conceição da Barra tem se tornado alvo de atos de violência, como ressalta a servidora pública Francimara Machado, que atribui o fato ao policiamento deficiente. Ela afirma ainda que “os moradores e os comerciantes estão ficando com medo. Já não há muita movimentação de dinheiro e o pouco que tem é ameaçado por roubo”.
Foram registradas ações semelhantes nas cidades vizinhas São Tiago e São Sebastião da Vitória, havendo a suspeita de que os assaltos são atuações de uma quadrilha. A lotérica de Conceição da Barra de Minas se manterá fechada até o fim das investigações.
VAN/Tawane Cruz
Foto: Tawane Cruz 

Deixe uma resposta