Logo 2016_HORIZONTAL_FRASE_COR

OBMEP registra recorde de escolas inscritas

Minas Gerais é o segundo estado com maior número de participantes e, na lista, 14 instituições de ensino são de SJDR

Logo 2016_HORIZONTAL_FRASE_COR

Preparem as canetas e vamos lá! Hoje, terça-feira, acontece a primeira fase da 12ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Alunos de instituições públicas municipais, estaduais e federais, inscritos pelas escolas, resolverão questões objetivas sobre a disciplina.

O intuito da Olimpíada é estimular o estudo da Matemática e despertar a curiosidade por meio da resolução de problemas, além de descobrir jovens talentos para a iniciação científica e tecnológica. Iniciada em 2005, a OBMEP é promovida com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), contando com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

A estudante de Matemática da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) Valquíria Castro já atuou em escolas municipais da cidade. Para ela, a Olimpíada é uma maneira de aproximar a matemática dos alunos, pois muitos a consideram chata ou assustadora. “Frases como “coisa de doido”, “não sei para que estudar isso” e “aí que coisa difícil” são bem comuns”, explica.

Em 2016, o projeto registrou recorde de escolas inscritas, no total 47.474, de 5.544 cidades (99.59% dos municípios de todo o país), somando 17.839.424 estudantes. Minas Gerais é o segundo estado com maior número de participantes, 1.910.226 alunos de 4.583 escolas, entre elas, 14 são de São João del-Rei.

Mas como funciona?

Existem três níveis: nível 1 – 6º e 7º anos do Ensino Fundamental; nível 2 – 8º e 9º anos do Ensino Fundamental e nível 3 – estudantes do Ensino Médio. A primeira fase é uma prova objetiva, de múltipla escolha, aplicada e corrigida pela própria escola, a partir de orientações da OBMEP. Na segunda etapa, que acontece em centros indicados pela coordenação da Olimpíada, participam, em média, 5% dos alunos de cada nível que obtiverem boas notas na fase inicial.

A premiação não é somente para alunos, mas também para professores, escolas e secretários de educação dos municípios que se destacarem em função do desempenho dos estudantes. Entre os prêmios, há medalhas de bronze, prata e ouro, certificados de menção honrosa, troféus e até uma bolsa de Iniciação Científica Jr. da OBMEP.

Dicas de como se preparar são oferecidas pelo site da Olimpíada. A Vertentes Agência de Notícias deseja boa sorte a todos os estudantes participantes de SJDR e região!

 

TEXTO/VAN: Graziela Silva

Deixe uma resposta