Prados possui baixo índice de criminalidade

Na região do Campo das Vertentes, em Minas Gerais, a cidade de Prados se destaca como uma comunidade mais ordeira e tranquila do que os demais municípios da região, apresentando um baixo índice de criminalidade. As ocorrências mais frequentes são de ameaças, agressões, lesões corporais, pequenos furtos e um alto número de denúncias estão relacionado ao tráfico de drogas.

De acordo com a Polícia Militar de Prados eles atuam em parceria com vários segmentos da sociedade e estão abertos para ouvir o que a comunidade tem a sugerir, questionar ou solicitar. A proteção à vida é a primeira prioridade da PM, seguida pela proteção ao patrimônio. 

O delegado da cidade, Deyvis Oliveira, esclarece que existe um plano específico de segurança pública para a região, que tem como prioridade de atuação o combate a ilicitudes, furtos e tráfico de drogas e que atua juntamente com o Conselho de Município, Comunitário e Titular, Secretaria de Saúde, Educação, Polícia Militar dentre outros órgãos. Porém, falta um plano que seja baseado nas necessidades da cidade de Prados. “O município precisa de uma reunião de esforços que promovam um bem comum, paz social e uma convivência harmônica. A ação dos policiais civis e militares precisa das denúncias feitas pela população, o que requer um trabalho em conjunto”, afirma o delegado.

Segundo o tenente da PM em Prados, Wolkester Silva, a polícia não é onipotente, onisciente e onipresente. “É impossível ser capaz de fazer tudo sozinho e estar presente em todos os lugares ao mesmo tempo. Para manter o clima pacato da cidade, a recomendação é que a população ajude denunciando qualquer ato que infrinja a lei e aponte os erros na atuação dos policiais para que haja melhoria na qualidade dos serviços prestados”, explica o tenente.

Para garantir a proteção, existem planos específicos para cada possível situação, são eles: Plano de Bloqueio e Interceptação, Repressão a Assalto a Banco, Distúrbios Civis (Manifestações Populares), Combate a Incêndios, Desabamento, Sequestro, Ameaça de Bombas, dentre outros.

VAN/Juliana Sousa
Foto: Juliana Sousa

Deixe uma resposta