Ruas que receberão a expansão elétrica

Prefeitura firma contrato para expandir iluminação pública

Prazo para execução da obra será de seis meses 

Ruas que receberão a expansão elétrica
Ruas que receberão a expansão elétrica

No salão nobre da prefeitura de São João del-Rei, no último dia 05, o prefeito Helvécio Reis assinou o contrato que prevê a expansão da iluminação pública para os próximos seis meses. Segundo o Superintendente de Articulação Comunitária, Cláudio Silva, a ampliação será em torno de, “182 projetos já prontos, onde visamos a colocação de 480 postes, 615 luminárias, 11 quilômetros de rede de baixa tensão e 5 quilômetros de rede de média tensão”.

Para que essa expansão seja concretizada, é preciso que a Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG) aprove previamente todos esses projetos, para, assim, eles começarem a ser executados. Silva ressaltou que caso algum projeto seja rejeitado, ele sofrerá ajustamento para que ele possa acontecer.

Para o aposentado Antônio Carlos Garcia, que mora há 14 anos na Rua Sargento Orlando Randi, no bairro Fábricas, um dos lugares que serão contemplados com a expansão da iluminação, o projeto será de grande valia: “se colocarem os postes a segurança aqui vai melhorar mil vezes”.

A falta de iluminação, segundo Garcia, possibilita a incidência de crimes e o incômodo dos moradores da região, “por falta da iluminação já aconteceu assalto, sexo e badernagem aqui”, opinião compartilhada pela dona de casa Bárbara Maria Faria moradora da Rua Vereador Emídio Moraes no bairro Matozinhos, que também receberá iluminação, “se Deus quiser vão colocar aqui”.

Cláudio Silva ainda ressalta que constantemente a prefeitura recebia demanda dos moradores pedindo postes de iluminação nas ruas. Assim foi feito um entendimento com a justiça, já que o mandato atual assumiu sobre um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que foi assinado no mandato passado, já que a licitação não estava nos parâmetros da época, então foi pedido o cancelamento do mesmo. E várias regras foram colocadas para poder gerir o processo de expansão da rede elétrica no município.

“Desde então, como não foi colocado nenhum poste, houve um represamento, onde a cidade foi aumentando e crescendo, e a iluminação não acompanhou”, completou Silva. Assim em outubro de 2013 houve uma audiência pública na qual foram levantadas as demandas da população, “onde a gente abraçou associação de moradores, essa lista foi preparada e enviada para a promotoria, onde houve um ok para a licitação”.

Iniciado assim os processos de licitação das obras “Tivemos dois objetivos para fazer às licitações, primeiro a elaboração de projetos, já que cada poste instalado na cidade deve estar dentro de um projeto assinado por um engenheiro e depois licitamos a execução”, concluiu Silva.

TEXTO/VAN: CLÁUDIA MARIA

FOTO: PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DEL-REI

Deixe uma resposta