Prefeitura Municipal implantará o projeto “Cidade limpa”

São João del-Rei enfrenta atualmente um problema com a questão do lixo e a limpeza da cidade. Moradores apontam que a quantidade de lixeiras é insuficiente, agravando o problema. Diante disso, a Prefeitura Municipal criou o projeto “Cidade Limpa” que objetiva conscientizar a população e aumentar o número de lixeiras.
O estudante Marco Túlio, 24, alega que a cidade realmente está deficiente em relação à limpeza urbana. Para ele, é decepcionante ver a cidade, que é patrimônio histórico, com lixo espalhado pela calçada e acumulado em lotes. O estudante conta que sabe da existência do projeto da prefeitura e quer vê-lo “saindo do papel”.
“Acredito que dentro de quinze dias, um mês no máximo, já soltaremos esse projeto”, relata o secretário de infraestrutura urbana e obras, João Afonso. Segundo o secretário, o projeto contempla uma parceria pública privada dos empresários com a prefeitura, no sentido que os empresários patrocinem as lixeiras e a prefeitura organize e regulamente os espaços e a forma onde vão ser colocadas as lixeiras. 
A preocupação por parte da população é a falta de educação e vigilância, uma vez que as lixeiras são constantemente vandalizadas, segundo a moradora e faxineira de SJDR, Sandra Ferreira.
Para Marco Túlio, “deve haver campanhas de conscientização e estímulos às associações que já desenvolvem coleta e reciclagem de resíduos, como a ASCAS (Associação dos catadores de lixo) e a ONG Atuação”. O secretário também defende a importância de trabalhar a educação, pois a cidade não está habituada a essa ideia. 
De acordo com João Afonso, o primeiro passo será dado com a implantação de um número maior de lixeiras, sendo que o modelo delas foi desenvolvido para separar o lixo úmido do lixo seco. Ele acrescenta que, para o futuro, o projeto será efetivar a construção de um aterro sanitário e desenvolver a coleta seletiva, que poderá ser realizada pela ASCAS. 
VAN/Larissa
Garcia e Ana Beatriz Luz
Foto: Ana Beatriz Luz

Deixe uma resposta