DSCF2028

Primeira Biblioteca Pública de Minas completa 190 anos

São João del-Rei é a única cidade, além de Paris, a possuir todos os exemplares do Le Moniteur Universel, o jornal da Revolução Francesa. O Acervo pertence a Biblioteca Pública Municipal Baptista Caetano D’Almeida

DSCF2026

Nesta terça-feira, (15), a Biblioteca Pública Municipal Baptista Caetano D’Almeida, primeira biblioteca pública de Minas Gerais, celebrou seus 190 anos. Em comemoração, uma programação especial será realizada, tendo início na próxima semana (22 a 25), com apresentação do Conservatório Estadual de música, apresentação da Banda Municipal de São João del-Rei, exposição de obras raras, curso de contação de estórias, lançamento de livro dentre outros eventos.

Baptista Caetano D’Almeida mudou-se para São João del-Rei aos 13 anos. Era amante dos livros e formou uma coleção com cerca de 800 obras, em diversas línguas (francês, inglês, latim, italiano, espanhol) e sobre inúmeros assuntos, como ciências, religião, artes e outros. Motivado pelas ideias iluministas, veiculadas em livros de seu acervo, juntamente a vontade de aproximar os são-joanenses da leitura e conhecimento, criou uma livraria pública que teve início com obras de sua propriedade, em agosto de 1827.

Em seu primeiro ano, a biblioteca foi acomodada na Casa de Misericórdia, sendo transferida, após um ano, para um dos salões da Câmara. Posteriormente passou a funcionar no prédio onde está em atividade a Prefeitura Municipal. Após a morte de  Baptista Caetano, em 1838 a instituição começou  a ser cuidada pelo município e, em 1916, tomou o nome do fundador e idealizador, em sua homenagem.

Desde dezembro de 1930, a biblioteca funciona em um prédio no Largo São Francisco, passando, mais tarde, por obras de ampliação, cedidas a literatura infantil e dispondo de computador com acesso a internet para pesquisa aos usuários. Hoje, também inclui um acervo de obras raras com cerca de 2000 títulos datados nos anos 1700-1800 que foram transferidos para o campus Don Bosco da Universidade Federal de São João del-Rei, em regime de comodato.

A biblioteca vive de doações e, aos poucos, vem adquirindo títulos mais novos como forma de chamar atenção do público jovem. A contação de estórias possui, também, esse papel. É um projeto que tem por objetivo incentivar o hábito de leitura das crianças. A  superintendente da biblioteca, Cláudia Lúcia Teixeira, que também atua na área pedagógica, salienta que, durante sua gestão, faz questão de que as crianças sejam bem recebidas. “A criança que ouve estórias, a criança que lê, tem grandes possibilidades de se desenvolver nas atividades escolares com maior facilidade”, afirma.  

Os frequentadores da biblioteca são de todas as faixas etárias, o que, segundo a auxiliar de biblioteca Maria da Gloria Silva, sinaliza que os livros impressos não perderam seu valor para os digitais. “Os livros impressos ainda têm seu lugar. O que eu acho que a biblioteca perdeu é relativo às pesquisas. Antes as pessoas vinham e  pegavam o livro impresso, para fazer pesquisa e hoje usam o celular”.

O estudante Renan de Souza Fernandes, 27, compartilha da  mesma opinião e ressalta a importância da biblioteca para a cidade. “Apesar da modernidade em que a informação é acessada com extrema facilidade, a biblioteca Municipal tem grande valor cultural para cidade de São João del-Rei, preservando a nossa história.”

Há cerca de  25 mil livros no acervo da biblioteca. A instituição ainda inclui a restauração de livros. Para empréstimo das obras é feito uma carteirinha, sendo necessário cpf, identidade, comprovante de residência, 1 foto 3×4, além de uma taxa de confecção no valor de R$5,00. Para facilitar a vida dos leitores, há a renovação de empréstimo on line, pelo Facebook ou site,  necessária a cada 7 dias, com a possibilidade de 3 renovações.  

Convite

Confira a programação completa do Aniversário de 190 anos da Biblioteca Pública Municipal Baptista Caetano D’Almeida:

Dia 22-08-2017

-09:00h Cerimônia de abertura

-Apresentação do Conservatório Estadual de Música

-Apresentação da Banda Municipal de São João del-Rei

-Exposição de obras raras e periódicos

-Amostra: “Mulheres em traços: Uma seleta da exposição Batom, lápis e TPM”

-Exposição dos trabalhos efetivados por alunos das escolas da rede municipal de São João del-Rei

Dia 23-08-2017

-08:00h ás 12:00h Curso “Contação de estórias” por Álvaro Otoni – para pedagogos e professores da rede municipal

-Amostra: “Mulheres em traços”: Uma seleta da exposição Batom, lápis e TPM”

Dia 24-08-2017

-09:00h Apresentação do Conservatório Estadual de Música; após apresentação, contação de estórias na  Praça de São Francisco de Assis por Cláudia Isabel. Aberto ao público.

-Amostra: “Mulheres em traços”: Uma seleta da exposição Batom, lápis e TPM”

-20:00h Noite de Caldos com apresentação do Coral “Da boca pra fora” e seresta na área externa da biblioteca

Dia 25-08-2017

-20:00h Coquetel do lançamento do livro da escritora são-joanense Camila Luíza Lelis “Mulheres em traço”: A percepção do sensível presente na exposição Batom, lápis e TPM

-Amostra: “Mulheres em traços”: Uma seleta da exposição Batom, lápis e TPM”

 

Texto\VAN: Yasmim Nascimento

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta